Compartilhe

Em 2017, a LG lançou o LG G6, primeiro smartphone com bordas reduzidas em seu catálogo. Os coreanos decidiram levar esse design para uma categoria inferior, e assim nasceu a série Q, com os modelos LG Q6 e LG Q8.

Agora, temos o LG Q7 chegando ao mercado menos de um ano depois do lançamento do dispositivo do ano passado. E nesse post, mostramos o que mudou no novo modelo, e como está a evolução dos dispositivos de linha média sem bordas da LG.

A estética dos dois modelos é quase é a mesma, com a tela de 5.5 polegadas (18:9), o LCD e com o novo modelo mais leve, mesmo sendo mais espesso.

O novo processador não foi revelado, mas há quem o relacione com um chip octa-core que se relacionava com o Helio P10 em rumores prévios não confirmados ou desmentidos.

Nas memórias, também temos melhorias, com uma versão com 4 GB de RAM + 64 GB de armazenamento, expansíveis via microSD.

Sua bateria mantém os mesmos 3.000 mAh, sem indícios de recarga rápida. Seu corpo metálico encaixa uma tela com poucas bordas, um leitor de digitais traseiro e uma porta USB Type-C. Os dois últimos itens são importantes novidades em relação ao modelo do ano passado.

Outra mudança sensível está no aspecto fotográfico. O LG Q7 tem sensores que variam de acordo com a versão escolhida. O LG Q7+ conta com um sensor traseiro de 16 MP, com foco por detecção de fase, modo retrato (com uma lente), reconhecimento de imagens via QLens e inteligência artificial de fotos.

Na câmera frontal, agora temos um sensor de 8 MP com grande angular, também trabalhando com inteligência artificial para reconhecimento de objetos, leitura de situações e outros.

O LG Q7 recebeu a certificação IP68, o que torna o dispositivo virtualmente submergível (sempre lembramos que essa não é uma boa ideia). O áudio também melhorou, com um som DTS:X, com efeito envolvente nos fones de ouvido (no caso do LG Q7+, é um Quad DAC de alta fidelidade).

Não há preços revelados para o LG Q7, e esse item pode ser determinante para o seu sucesso junto ao consumidor brasileiro. Vamos aguardar.


Compartilhe