A LG apresentou oficialmente o LG K11 ThinQ, modelo de entrada que esconde características notáveis, como certificação militar MIL-STD 810G, câmera frontal com lente grande angular, som envolvente DTS e funções de inteligência artificial.

É algo inédito ver uma certificação militar em um dispositivo com preço abaixo de 200 euros. Com isso, o dispositivo é tão resistente a golpes, quedas e gotas de água quanto os tops de linha LG V40 e LG G7 ThinQ.

Sua construção é de metal, com uma linha prateada nas laterais, em um dispositivo com dimensões de 148.7 x 75.29 x 8.68 mm e peso de 163 gramas. Não é um dispositivo fino, mas é bem cômodo no agarre.

 

 

O LG K11 ThinQ possui uma tela IPS de 5.3 polegadas (HD), sem utilizar o FullVision para alargar a tela, algo surpreendente levando em consideração a atual popularidade do formato.

No conjunto fotográfico, temos um sensor traseiro de 13 MP com PDAF e flash inteligente para as cenas de pouca luz. A câmera frontal conta com 8 MP e é grande angular, para selfies em grupo com mais pessoas. Também inclui um modo retrato de software, que pode registrar até três rostos ao mesmo tempo.

Outro destaque do dispositivo é o seu som envolvente DTS-X, um plus de respeito para um dispositivo de entrada. No seu interior, ainda encontramos um processador MediaTek MT6750 de oito núcleos a 1.5 GHz, trabalhando com 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD).

 

 

É possível transformar o LG K11 ThinQ na central do nosso lar inteligente, pelo ecossistema ThinQ, onde podemos controlar termostatos, lavadoras, frigoríficos ou TVs da LG.

O modelo conta com uma bateria de 3.000 mAh, que pode oferecer até 10 horas de conversação em 4G (nada de recarga rápida de bateria aqui).

O LG K11 ThinQ tem preço sugerido de 160 euros. Por enquanto, não há previsão de lançamento desse modelo no mercado brasileiro.