Compartilhe

O LG G8 ThinQ será oficialmente apresentado pela LG durante a Mobile World Congress 2019 de Barcelona (Espanha), no final do mês de fevereiro. E alguns renders do suposto novo smartphone top de linha apareceram na internet. E começou a preocupar as pessoas.

Muitos jornalistas e especialistas de tecnologia falam sobre o continuísmo de design abraçado pela LG para o seu smartphone top de linha, alegando que o telefone conta hoje com linhas envelhecidas.

De fato, pouca coisa mudou do LG G2 para cá nesse aspecto, e esse pode ser um dos motivos que explicam os problemas que a empresa enfrenta para se estabelecer e permanecer no mercado mobile. Seus principais concorrentes entregam mudanças no design dos dispositivos, mesmo que sutis.

Se as mais recentes imagens publicadas (vazadas) na internet forem mesmo do LG G8 ThinQ, é possível imaginar algumas dificuldades para convencer o usuário de que esse é um telefone vistoso. E tenho dúvidas se os fãs da LG vão abraçar essa proposta.

Olhando para os lados, a Samsung vai contar com leitor biométrico e pequeno furo na tela na família Galaxy S10. O OnePlus 6T conta com sensor biométrico na tela e um pequeno notch. O Huawei P30 contará com um notch menor e leitor de digitais na tela.

Já a LG pode trazer um leitor biométrico na parte traseira e um notch maior. Sem falar que a empresa está um pouco atrasada na tecnologia de reconhecimento facial. E em 2019, o que o consumidor quer é leitor biométrico na tela de qualidade e telas maiores com um notch menor.

Em resumo: se as imagens forem reais, fica claro que a LG ainda está batendo cabeça com o design dos seus smartphones. Pensando nos fãs da marca e em suas necessidades, a empresa precisa começar a executar mudanças urgentes. Tanto no time de design de smartphones como na equipe responsável pelo gerenciamento de sua interface de usuário.

De novo: tudo aqui está baseado em um render que não tem confirmação oficial. Tudo pode mudar a qualquer momento, ou a verdade só será revelada na MWC 2019.


Compartilhe