LG G7

Jo Seong-jin, CEO da LG Electronics, teria ordenado uma revisão completa no LG G7, que pode resultar em mudanças de última hora no próximo smartphone top de linha da empresa, o que deve adiar o seu lançamento.

Em 2017, a LG antecipou o lançamento do LG G6, o que obrigou a empresa a utilizar o processador Snapdragon 821. A decisão foi péssima, e o modelo encalhou no mercado.

A LG não quer repetir esse erro, e o LG G7 (se é que ele vai se chamar assim) contará com o novo processador top de linha da Qualcomm, o Snapdragon 845. O chip estará presente nos futuros tops de linha da Samsung, Sony, HTC e OnePlus.

Não há uma justificativa oficial que legou a LG a tomar essa decisão, mas sabemos que a data de lançamento do dispositivo será afetada, e que o LG G7 não será anunciado na Mobile World Congress 2018.

Na teoria, o seu lançamento pode ser adiado para até o mês de março ou abril. Isso daria uma vantagem temporária para Samsung, que poderia posicionar melhor os novos Galaxy S9 e Galaxy S9+, modelos que devem ser apresentados na MWC 2018, no final de fevereiro.

Dito tudo isso, temos três ‘possíveis’ cenários que podem explicar o movimento da LG:

1. A empresa identificou algum problema no hardware do smartphone, ou alguma falha de design de última hora.
2. A empresa decidiu realizar modificações ou melhorias para deixar o smartphone mais competitivo.
3. A empresa sofreu algum problema de fornecimento, que afetou a viabilidade do dispositivo para a data inicialmente programada.

 

Via Korea Herald