Compartilhe

Qual a necessidade disso, Lenovo?

Tudo bem. O trabalho de um internauta pode, em alguns casos, ser muito melhor do que o de uma empresa. Vide as soluções para o filme live action do Sonic. Agora, pegar o vídeo de um youtuber sem avisar ou pedir autorização prévia e colocar o seu logotipo no final, para dizer que aquele é o seu render de um smartphone dobrável?

 

 

Pra quê isso, Lenovo?

 

A empresa mostrou um vídeo do suposto Motorola Razr com tela flexível em um evento de imprensa na China. Quando o vídeo caiu na web, foi observado que as telas do aparelho em questão indicavam um “Concept by @WaqarKhanHD”. Uma pesquisa no Google fez com que o vídeo original do YouTube aparecesse, publicado em fevereiro. E era o vídeo de um fã da marca.

O problema é que a Lenovo apresentou o vídeo como oficial, colocando o seu logo depois das animações com os renders. O autor do vídeo afirmou que não deu permissão para a empresa usar o seu material. E, até o momento, a Lenovo não se pronunciou sobre o assunto.

O Motorola Razr é ventilado de forma extra oficial desde fevereiro, com executivos da Motorola afirmando que estão trabalhando com dispositivos dobráveis ‘há muito tempo’, em um formato de clamshell, e não em formato tablet como os principais concorrentes.

A proposta da Lenovo é oferecer um telefone com tela flexível e dupla, uma interna de 6.2 polegadas e outra externa, para visualização de notificações. O telefone seria um dispositivo de linha média, com processador Snapdragon 710 e bateria de 2.730 mAh. Seu anúncio aconteceria no terceiro trimestre de 2019.

O episódio aponta para duas coias: que a Lenovo não tem algo pronto para esse produto, ou se tem, quer manter sigilo absoluto sobre como será o design final do produto. Mas jamais deveria apelar para um render de um youtuber e sem pedir autorização para ele.

É um péssimo exemplo.

 

 

 

Via Sina Tech, Engadget


Compartilhe