A Lenovo apresentou oficialmente a Lenovo ThinkPad P1, uma workstation em forma de notebok com tela 4K de 15.6 polegadas com design mais refinado.

O portátil possui uma espessura de apenas 18.4 mm e esconde configurações surpreendentes. Para quem precisa de um pouco mais, a Lenovo oferece o ThinkPad P72 de 17.3 polegadas.

O produto é orientado para os ambientes profissionais, com especificações ambiciosas, especialmente nos gráficos, que podem receber placas NVIDIA Quadro P1000 (640 Stream Processors) e P2000 (1024 Stream Processors).

A ideia era oferecer uma alternativa mais compacta e leve em comparação com as tradicionais workstations portáteis, que normalmente são grossas e pesadas.

 

 

O Lenovo ThinkPad P1 pesa apenas 1.7 kg. Não é um ultrabook, mas o seu hardware equilibra tudo: tela de 15.6 polegadas (400 nits, 1080p) com opcional de versão touch e UHD/4K de resolução.

Você pode contar com processadores Intel Xeon hexa-core de até 64 GB de RAM e até 4 TB de armazenamento em SSD em RAID 0 ou RAID 1.

As duas portas USB-C com Thunderbolt 3 são outros elementos interessantes nas configurações, além do leitor de digitais e dongle para porta GbE. Sua bateria é decente, mas deve ter autonomia comprometida para quem trabalhar com potência máxima.

 

 

O Lenovo ThinkPad P72 conta com tela de 17.3 polegadas, possui até 6 TB de armazenamento, até 128 GB de RAM e até 16 GB de memória Intel Optane de forma adicional. O modelo conta com gráficos ainda mais ambiciosos, como as NVIDIA Quadro P5200.

Os dois notebooks chegam ao mercado norte-americano no final de agosto. Os preços iniciais sugeridos são: US$ 1.949 para o Lenovo ThinkPad P1, e US$ 1.799 para o ThinkPad P72.