A Lenovo apresentou a sua nova linha de tablets Android, que traz como principal destaque o Lenovo Tab E7, que recebe como sistema operacional o Android Go. O modelo desembarca ao mercado em outubro, e tem preço sugerido de 79 euros.

Como é de se esperar (até mesmo em função da escolha pela versão mais simplificada do Android), o Lenovo Tab E7 é um tablet para quem quer o básico e nada mais. Possui tela de 7 polegadas (1024 x 600 pixels), processador MediaTek (sem especificar o modelo) de 1.3 GHz, 1 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD) e bateria com autonomia de até 5 horas de reprodução de vídeos.

 

 

O Android Go Oreo deve ajudar na fluidez do seu funcionamento, e seu preço o transforma em uma opção tentadora para quem busca um leitor de livros eletrônicos, uma tela para ver filmes ou um dispositivo para as crianças.

 

 

Se você procura algo mais potente, os novos tablets Lenovo Tab E8 por 119 euros (disponibilidade em agosto) e o Lenovo Tab E10 a partir de 129 euros (disponível a partir de novembro) podem ser a melhor alternativa. O Tab E8 conta com tela de 8 polegadas (1280 x 800 pixels) e o Tab E10 conta com processador Qualcomm Snapdragon 210.

 

 

A Lenovo também apresentou alguns tablets de linha média. O Lenovo Tab M10 possui uma tela com resolução de 1920 x 1200 pixels e um processador Qualcomm Snapdragon 450, e o Lenovo Tab P10 se diferencia do M10 por contar com quatro alto-falantes, que podem oferecer uma maior imersão na hora de ver vídeos ou rodar jogos.

 

 

O Lenovo Tab M10 chega ao mercado em outubro de 2018, e tem preço inicial sugerido de 199 euros, enquanto que o Lenovo Tab P10 estará disponível em outubro, com preço inicial sugerido de 269 euros.

Dessa forma, a Lenovo responde uma das perguntas que muitos se fazem enquanto estão lendo esse post: por que eu ainda usaria um tablet em pleno 2018, com smartphones com tela de 6.2 polegadas?

Várias respostas foram dadas com esses lançamentos.