Kindle recebe iluminação na tela em sua versão mais básica

Compartilhe

A Amazon procura cuidar muito bem do Kindle, um produto que evoluiu bastante e recebeu vários modelos ao longo dos anos. Todos eles apostam na tela de tinta eletrônica, que entrega uma experiência mais próxima do livro impresso, deixando a leitura mais prazerosa. Com desvantagem, é um tipo de tela que não produz luz, exigindo uma fonte de iluminação externa.

Até agora, o Kindle mais básico não contava com um sistema de iluminação na tela. Não contava. Agora conta. A Amazon anunciou o lançamento do novo Kindle com iluminação integrada, o primeiro modelo de entrada a contar com essa tecnologia. Esta é a primeira atualização do Kindle básico desde 2016.

 

 

Fora isso, não temos muitas novidades. O Kindle mais barato continua com uma tela de 6 polegadas (167 ppp), conectividade WiFi e peso de 174 gramas (13 gramas a mais do modelo anterior, por causa da iluminação integrada). Tal e como acontece com os outros modelos, falamos de uma luz frontal que ilumina o conteúdo da tela para facilitar a leitura em ambientes com baixa luminosidade. Podemos ajustar o nível de iluminação diretamente na interface touch do Kindle.

Logo, é possível deixar a luz do dispositivo apagada durante o dia para economizar bateria, e ativar a iluminação à noite para a leitura. Apesar disso, a Amazon garante que o novo Kindle pode entregar uma autonomia de uso de até 4 semanas (mesmo com o brilho avançado no nível 13).

 

 

Vale a pena destacar que aumentar o brilho de uma tela de tinta eletrônica em um Kindle não é o mesmo que aumentar o brilho de tela em um tablet, mas é bom o suficiente para tirar o usuário de algum apuro na hora de realizar uma leitura de um determinado conteúdo, independente das condições de iluminação do local.

Em troca, o novo Kindle é um pouco mais caro que o anterior: 89,99 euros, contra 79,99 euros. Chega ao mercado em 10 de abril de 2019, mas já está disponível em pré-venda. Em comunicado de imprensa, a Amazon Brasil informou que o novo modelo chega ao mercado brasileiro no terceiro trimestre de 2019, mas o preço por aqui não foi anunciado.

 

Via Amazon


Compartilhe