A Amazon apresentou a quarta geração do Kindle Paperwhite (2018), leitor de livros eletrônicos intermediário que passa a herdar algumas das configurações do Kindle Oasis, como maior capacidade de armazenamento e resistência à água.

O novo Kindle Paperwhite mantém o mesmo formato do antecessor, com tela de 6 polegadas (300 ppp), com melhorias na luminosidade, que passa a ter um alcance mais amplo.

Uma das principais novidades é o aumento da capacidade de armazenamento, oferecendo versões com 8 GB e 32 GB, em versões com WiFi e 3G via eSIM.

 

 

Outra novidade importante é a resistência à água via certificação IPX8 (suporta imersões de 2 metros por 60 minutos), o que oferece maior tranquilidade para a leitura ao lado da piscina.

O Kindle Paperwhite (2018) tem uma tela mais integrada ao chassi e um peso 10% menor que o seu predecessor. O novo software entrega a opção de contraste do preto ou branco para quem quer ler os livros com um fundo claro ou escuro.

Além de diferentes perfis de leitura para mudar a tipografia, também encontramos mudanças na mecânica das buscas e recomendações. Tais melhorias chegarão aos modelos do Kindle Paperwhite lançados de 2013 para frente, com uma atualização gratuita. O novo sistema de otimização de bateria permite manter o Kindle inativo por semanas sem perda de carga.

 

 

O novo Kindle Paperwhite (2018) de quarta geração chega ao mercado em 7 de novmebro, com a pré-venda começando hoje (16). Tem preços sugeridos de 129,99 euros (8 GB, WiFi), o mesmo preço da versão anterior, 159,99 euros (32 GB, WiFi) e 229,99 euros (32 GB, WiFi + 3G).

Não há previsão de lançamento da nova versão do Kindle Paperwhite para o Brasil, mas podemos alimentar as esperanças que a Amazon não deve demorar muito para trazer o produto para cá.

E, dessa forma, o Kindle, de forma bem inteligente e sustentável, se consolida como líder de mercado entre os leitores de livros eletrônicos.