A notícia mais “EU JÁ SABIA” da semana.

O vício em comida, especialmente em junk food, pode ser comparado muitas vezes ao vício em drogas. E um estudo confirma tal hipótese.

Cientistas da Universidade de Michigan estudaram os sintomas de abstinência que as pessoas sofrem quando deixam de consumir alimentos altamente processados, como batatas fritas, pizza e fast food.

Apesar do consenso sobre as características do vício em drogas, álcool e fumo, a comparação com a comida é relativamente nova. No organismo, quando você abandona abruptamente o consumo de alguma droga, é possível experimentar sintomas como ansiedade, dores de cabeça, irritabilidade ou depressão e insatisfação.

Mas… e no caso do junk food?

Os cientistas mediram os sintomas de abstinência física e psicológica entre 231 adultos, onde uma ferramenta desenvolvida especialmente para o estudo revelava o que eles experimentavam quando reduziam a quantidade de alimentos altamente processados, algo que os participantes do estudo consumiram em altas quantidades durante o último ano.

Os participantes informaram quadros de tristeza, irritabilidade, cansaço e desânimo desmedidos, com o seu ponto máximo durante dois e cinco dias posteriores à ingestão de junk foods. Os efeitos diminuíam depois desse tempo.

Ainda resta avaliar a gradualidade com quem se deixa esses alimentos, pois os efeitos não são os mesmos quando deixamos de consumir os fast foods de forma abrupta e quando eles nos são retirados com o passar do tempo.

Em resumo: quando os seus pais ou amigos afirmam que você se comporta que nem um drogado quando vai ao McDonald’s, agora você sabe por que. E sim… você não está sozinho nisso.

 

+info