Compartilhe

Diante de tudo o que testemunhamos nos últimos anos com os lançamentos da Apple, essa notícia não chega a ser um grande absurdo, e muitos de nós chegamos a secretamente pensar nessa teoria. Até que temos o rumor desse post, que tem tudo para ser verdadeiro.

Desde que se tornou oficial a saída de Jony Ive da Apple, não pararam de aparecer teorias, rumores e notícias sobre os reais motivos para essa decisão não pararam de aparecer na internet. Para alguns, essa saída foi uma enorme surpresa. Já para outros, isso parecia ser algo iminente, e que já era ensaiado por anos, com um Ive muito “ausente” na empresa desde o lançamento do Apple Watch.

De acordo com o Wall Street Journal, Jony Ive estava “desapontado” na Apple, e o culpado não poderia ter outro nome: Tim Cook.

 

 

“#xatiado” (sic) com Tim Cook…

 

 

Todos nós bem sabemos que Cook é, por essência, um homem de negócios, e não um cara preocupado com o design industrial dos produtos. E a publicação do WSJ detalha que Tim Cook se mostrava “pouco interessado” no desenvolvimento de novos produtos, e que isso teria deixado Ive em uma posição desconfortável.

Por outro lado, o comportamento de Cook também pode receber a leitura de uma certa dose de confiança plena no seu time de design, algo que não pode ser descartado.

De qualquer forma, a matéria revela que a frustração de Jony Ive aumentava com a entrada de alguns diretores na empresa que estavam distantes do “espírito” do que a Apple sempre considerou como valores essenciais para o seu negócio, e que em 2015 ele estava completamente contra em como foi promovido o Apple Watch. Ive queria que o produto fosse posicionado como um acessório de moda, mas o pessoal em Cupertino preferiu adotar o caminho da “extensão do telefone”.

Mesmo assim, a imagem de Jony Ive é poderosa e, por isso, apesar de sua saída, a Apple vai seguir pagando para ele e sua nova empresa independente, a LoveFrom. Tudo indica que o próximo passo das empresas estão voltados para o setor de realidade aumentada.

Mas muitos esperam como será essa Apple sem Jony Ive. Os primeiros sinais da empresa sem a sua influência devem acontecer depois de três anos, de acordo com o WSJ. Algo que eu discordo desde já. Para ter um hipotético iPhone 11 tão horroroso como vimos nos vários vazamentos, eu acho que Ive parou de dar opiniões na Apple há muito tempo.

 

Via Wall Street Journal


Compartilhe