Compartilhe

Joker (no Brasil, Coringa) é um desses personagens do universo dos quadrinhos que são mundialmente famosos. Aquele que é considerado o maior inimigo do Batman é muito popular, principalmente depois que apareceu com maior destaque em dois filmes: Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008) e Coringa (2019).

Logo, é mais que natural muita gente acabe homenageando o personagem, adotando o mesmo em diversas referências culturais. Porém, nem todas as homenagens chegam em forma de cosplay ou de arte conceitual por parte dos seus fãs. Alguns adotam formas mais extremas e potencialmente destrutivas para reverenciar sua personalidade.

Uma das últimas formas negativas em homenagear o Joker foi através de um recente malware que ataca os dispositivos com o sistema operacional Android.

 

 

Vários malwares para Android com o Joker

Nesse momento, o sistema operacional Android é atacado por diferentes malwares que pertencem à uma única família de vírus que foi batizada com o sugestivo nome Joker. Tais malwares podem infectar o seu equipamento através da Google Play Store quando você realiza o download de aplicativos que, inicialmente, são considerados normais e bem qualificados, mas que internamente liberam comandos que implementam um malware que pode roubar os seus dados.

O que é mais sério nesse caso é que esses aplicativos aparentemente inofensivos e potencialmente perigosos estão na Google Play Store, que até conta com algumas medidas preventivas para evitar a propagação de ameaças, como é o caso do Play Protect, mas nem isso pode evitar que o Joker entre na loja, colocando os seus usuários em um potencial risco.

Os dados que o Joker quer são (como você já deve ter imaginado a essa altura do artigo) as informações de cartão de crédito que você tem registradas na Play Store ou em outros apps compras online ou pagamentos de produtos ou serviços, roubando o seu dinheiro na hora em que eles querem, sem o seu conhecimento ou consentimento, e sem que você possa fazer qualquer coisa sobre o assunto.

Até o momento, o Play Protect eliminou mais de 1.700 aplicativos que contam com o Joker em suas entranhas. Felizmente, esse procedimento de remoção foi aplicado na loja antes que os usuários pudessem fazer o download desses aplicativos antes de qualquer ataque, mostrando mais uma vez como esse recurso foi muito bem vindo para reforçar a segurança da Play Store.

Sobre o tipo de aplicativos utilizados para infectar o smartphone, os temas são muito variados e com diferentes nomes, o que torna o rastreamento do Joker algo muito mais difícil. De qualquer forma, é fundamental não instalar aplicativos com origem duvidosa. Vale a pena também dar uma olhada nos comentários feitos sobre o aplicativo, observando se esses comentários foram produzidos por bots.

De um modo geral, tais ameaças cibernéticas usam aplicativos que prometem invadir a privacidade de terceiros, como supostas extensões do WhatsApp que oferecem a possibilidade de ler conversas alheias, ou recursos que aparentam ser bons demais para serem reais.

Aqui é a regra da vida: prudência e bom senso nunca fizeram mal a ninguém. Desconfie de ofertas generosas demais por parte de aplicativos e serviços de fortes desconhecidas. Quando o milagre é exagerado, é a hora de ficar com um pé atrás. E não instale qualquer aplicativo no seu smartphone. Procure ter instalado o que você realmente vai utilizar no seu dia a dia.

 

Via FayerWayer


Compartilhe