iPhone 12 passa pelo teste de queda

Compartilhe

O iPhone 12 chegou em suas diferentes versões e rodeado de polêmicas. Não tem carregador e fone de ouvido no kit de venda, obriga a criar uma caixa a mais para ter o fone de ouvido na França e seu lançamento forçou um aumento de preços nos demais modelos de smartphones da Apple já disponíveis no mercado brasileiro.

Mesmo assim, o iPhone 12 está indo muito bem na pré-venda, mostrando mais uma vez para quem quiser ler (e para quem não quiser ler inclusive) que não importa muito o que a Apple faz com os seus produtos, pois os Apple Fanboys sempre vão querer comprar os seus lançamentos.

Não importa o que aconteça, e não importa quanto eles custam.

Os novos iPhone 12 apresentam um bom número de implementações e novidades que são mais do que desejadas pelos seus usuários, ao mesmo tempo que deixa de lado outros itens que muita gente esperava. E conforme as primeiras unidades começam a chegar nas mãos de especialistas e clientes lá fora, os primeiros testes também aparecem.

Um dos aspectos que mais chamaram a atenção durante a apresentação dos novos iPhone 12 foi na tela dos dispositivos, que recebem um novo tipo de proteção. A tela OLED conta com uma capa de cristal cerâmico que, segundo a Apple, é quatro vezes mais resistente a quedas que a dos modelos anteriores.

E eu nem preciso dizer que um monte de gente em diferentes locais do planeta já começou a testar essa característica, com o único teste que pode dizer a verdade nesse aspecto: o teste de queda.

Isso mesmo, amigo leitor. Aquele teste que machuca a alma de vários usuários que gostariam de ter um iPhone, mas não podem porque é caro demais. E ficam em depressão quando testemunham um caríssimo smartphone cair e chocar no chão a partir de diferentes alturas.

De qualquer forma, esse teste se faz necessário, e os resultados mostram um avanço da Apple nesse aspecto.

 

 

 

Como o iPhone 12 se saiu no teste de queda?

 

Lembrando que o teste de queda não é científico, mas serve como referência para que os futuros compradores possam ter uma certa ideia sobre como o smartphone se comporta nesse aspecto.

Dito isso, os resultados mostram claramente que o iPhone 12 aguenta melhor as quedas que o iPhone 11, porém, ainda não é capaz de fazer milagres. A proteção externa não se rompe, mas provoca danos nas partes internas do dispositivo, e sua tela acaba com alguns pixels mortos depois da queda.

Além disso, existe uma diferença na resistência entre os diferentes modelos da nova linha de smartphones da Apple, já que o iPhone 12 Pro conta com uma tira de aço inoxidável nas bordas do dispositivo, enquanto que as bordas do iPhone 12 é de alumínio, menos resistente. É evidente que esse aspecto influencia de forma decisiva no nível de danos que cada dispositivo vai sofrer durante os testes.

De qualquer forma, o vídeo mostra claramente como o iPhone 12 pode ser mais resistente em relação às gerações anteriores. Na prática, os danos afetam mais a estrutura do smartphone e a parte traseira do que a tela em si. E esse teste serve como referência para comprovar que o acabamento cerâmico que protege a tela realmente funciona, e não é fruto de marketing da Apple.

 

 

 

Via Ubergizmo


Compartilhe