TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia iPhone 12, iPhone 13 ou iPhone 14: qual eu compro em 2023? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas de Compras | iPhone 12, iPhone 13 ou iPhone 14: qual eu compro em 2023?

iPhone 12, iPhone 13 ou iPhone 14: qual eu compro em 2023?

Compartilhe

Estamos em 2023, e algumas pessoas estão pensando em comprar um iPhone para chamar de seu neste novo ano. E enquanto a Apple não apresenta o iPhone 15, algo que só deve acontecer no terceiro trimestre, temos que olhar para as opções disponíveis dos telefones da gigante de Cupertino.

Neste momento, as opções disponíveis são o iPhone 12, o iPhone 13 e o iPhone 14. E muitos usuários que não contam com tanta intimidade assim com o mundo da tecnologia não conseguem identificar as diferenças entre eles.

E nem podemos julgar essas pessoas. Afinal de contas, os telefones são muito parecidos na estética.

Porém, os modelos escondem algumas diferenças que podem ser relevantes para diferentes perfis de usuários. E é importante destacar essas diferenças.

E é isso o que vou fazer a partir de agora.

 

As grandes e as pequenas diferenças

Olhar para as especificações técnicas de um produto de tecnologia é o que ajuda a definir quais são as diferenças entre um modelo e outro. E nem todo mundo faz isso, mas deveria.

De qualquer forma, vou fazer o trabalho sujo neste caso, e apresentar de forma bem resumida as principais diferenças entre as três últimas gerações do iPhone, para facilitar a vida dos clientes mais indecisos.

Nas câmeras, você vai encontrar diferenças mínimas entre os modelos, já que as últimas gerações do iPhone contam com um sensor principal de 12 megapixels. Porém, o iPhone 14 entrega câmeras um pouco melhores por causa do seu sistema avançado de sensores duplos.

De qualquer forma, os resultados fotográficos são muito similares, e você pode escolher o telefone menos caro do momento para obter boas fotos.

Já nos processadores, as diferenças são um pouco mais evidentes, e ao mesmo tempo não são.

O iPhone 12 conta com o processador A14 Bionic, que já entrega um ótimo desempenho e não fica tão distante do que é alcançado pelo chip A15 Bionic, presente nos modelos iPhone 13 e iPhone 14.

Aliás, um dos grandes pontos de crítica dos usuários está justamente nessa decisão da Apple em manter o mesmo processador do iPhone 13 no iPhone 14 base. Muitos entendem que não vale a pena investir a mais para ter o mesmo hardware, e isso pode afetar na sua decisão de compra.

Outras diferenças que merecem destaque estão na inclusão do modo Cinema a partir do iPhone 13, o que pode ser algo muito interessante para quem quer produzir conteúdos para a internet. Além disso, a abertura f/1.9 das câmeras do iPhone 14 é outro ponto a ser observado para quem procura uma maior qualidade de imagem nos cenários com baixa luminosidade.

Também é importante levar em consideração as diferenças na quantidade de armazenamento interno disponível em cada geração, já que o iPhone 12 pode alcançar no máximo 256 GB. Se você precisar armazenar mais do que isso, terá que procurar pelas gerações mais recentes.

Do mais, as diferenças são mínimas e em pontos pouco relevantes do que esses que foram apresentados neste segmento.

 

O futuro do iPhone em 2023

Esse é um investimento que é considerado pesado para muitos, e o principal detalhe que você precisa ter em mente antes de escolher um dos modelos do iPhone que foram analisados neste conteúdo é o tempo em que esse dispositivo vai funcionar com você.

A última coisa que você deseja é gastar muito dinheiro por um produto que vai ficar obsoleto em poucos anos. Porém, a boa notícia é que a política de atualizações da Apple tende a ser muito generosa.

Os três modelos vão receber o iOS 17 em 2023 sem maiores problemas. Porém, também é correto afirmar que o iPhone 12 é o modelo que terá a menor sobrevida, já que vai receber um número menor de atualizações por ter mais tempo de mercado.

Também é correto afirmar que o iPhone 13 e o iPhone 14 vão receber um ciclo de atualizações muito similar, de modo que ambos podem ser mais interessantes para os usuários que desejam permanecer com os dispositivos por mais tempo.

É fundamental considerar esse aspecto, até mesmo para valorizar o investimento que você vai fazer.

 

Tenha suas necessidades bem definidas

Por fim, o conselho do senso comum.

Independentemente do modelo de iPhone que você vai escolher, tenha em mente de forma muito clara quais são as suas necessidades e prioridades com o dispositivo.

É claro que o seu orçamento é algo decisivo no processo de escolha de qualquer produto. Por outro lado, é sempre melhor esperar mais um pouco e guardar mais dinheiro para comprar um telefone mais completo e um pouco mais caro.

Além disso, se questione se você realmente precisa de um iPhone para realizar essas tarefas prioritárias. Vários smartphones Android muito completos podem entregar os mesmos resultados por um preço muito mais competitivo.

Por fim, a decisão é sua. Mas tenha sempre em mente que esse investimento deve se pagar pelos próximos anos, e encontrar a melhor relação custo-benefício virou palavra de ordem em um mercado de smartphones tão competitivo.

Ou espere pacientemente pelo iPhone 15. Quem sabe a Apple finalmente sai do lugar comum e abandona o continuísmo pragmático que abraçou nos últimos anos. Ainda espero que a gigante de Cupertino me surpreenda com novidades realmente relevantes no seu smartphone.


Compartilhe