Compartilhe

Temos uma nova família de smartphones da Apple, representada pelos modelos da série iPhone 12. E, apesar de todas as expectativas criadas e tudo o que foi dito sobre o processador Apple A14 Bionic com processo de fabricação de 5 nanômetros, tudo parece indicar que os novos smartphones serão decepcionantes em matéria de potência bruta.

A principal evidência sobre essa afirmação é que nenhum dos novos iPhones conseguiram sequer entrar no Top 10 dos smartphones mais potentes do mercado, de acordo com as análises realizadas pelo AnTuTu.

 

 

 

Os números são frios. Sempre!

 

 

Os resultados do AnTuTu são baseados nos testes preliminares realizados com o iPhone 12 e o iPhone 12 Pro, e tais dados foram publicados no perfil oficial da plataforma de análise de desempenho e benchmark na rede social chinesa Weibo. Os dois modelos contam com o processador A14 Bionic, e os dados analisados pelo software também revelaram que o modelo padrão conta com 4 GB de RAM, enquanto que o modelo Pro fica com 6 GB de RAM.

Lembrando que, por tradição, a Apple não revela os seus números para a RAM, de modo que a empresa não confirma essa informação.

Indo para os números alcançados nos testes do AnTuTu. O iPhone 12 alcançou um total de 564.899 pontos, enquanto que o iPhone 12 Pro alcançou os 572.133 pontos. E olhando para o ranking dos modelos mais potentes de setembro de 2020 que foram analisados pela popular plataforma de benchmark, é fácil concluir que os resultados estão muito longe de igualar aqueles que foram obtidos pelos modelos top de linha do Android.

Por exemplo, os smartphones que recebem os processadores Snapdragon 865 ou Snapdragon 865+ superam com facilidade os 600.000 pontos nos testes do AnTuTu. E a diferença entre o iPhone 12 para o smartphone Android mais potente é algo simplesmente abismal: o ASUS ROG Phone 3 alcançou uma pontuação de 642.671 pontos, superando com sobras os novos iPhones em todos os itens analisados.

 

 

Em todas as categorias analisadas, a maior diferença entre os novos smartphones da Apple os telefones Android é na GPU: o ROG Phone 3 conseguiu 240.226 pontos, enquanto que o Xiaomi Mi 10 Ultra (o segundo modelo no ranking geral de setembro) alcançou 258.171 pontos. Enquanto isso, o iPhone 12 Pro só registrou 201.085 pontos, e o iPhone 12 ficou com 196.812 pontos.

Por fim, comparando o desempenho da nova série de telefones com os modelos da série iPhone 11, os resultados são igualmente decepcionantes, onde o A14 Bionic não é muito superior ao A13 Bionic: a pontuação do iPhone 11 Pro Max é de 536.883 pontos, muito próxima a dos novos dispositivos.

 

 

 

Motivos para se preocupar?

 

Não muito, pelo menos por enquanto.

O iPhone 12 acabou de ser lançado, e poucas pessoas estão com o smartphone na mão. Com o passar do tempo, o iOS deve conversar melhor com o hardware desse dispositivo, e a tendência é que o seu desempenho real seja melhor quando o telefone estiver nas mãos dos usuários por mais tempo.

Por outro lado, nada disso pode vir a acontecer. E isso pode ser muito decepcionante. Mesmo.

 

 

Via MySmartPrice


Compartilhe