O pessoal do iFixit já desmontou o novo iPad Pro 2018, novo tablet da Apple que impressionou nos testes de benchmarks. O processo revelou alguns segredos do dispositivo, como a bateria ‘dupla’, 102 ímãs e quatro alto-falantes.

O processo começou pela remoção de sua tela, que não é tão simples por causa de suas bordas extrafinas. Aqui, é preciso aplicar calor e inserir a palheta para levantar o display. E, ainda assim, com cuidado, para que a tela não quebre no processo.

Um dos segredos do iPad Pro 2018 está nos seus quatro woofers e quatro tweeters, e esses alto-falantes abrigam parte dos 102 ímãs do novo tablet. Os demais ímãs servem para conectar outros acessórios e o Apple Pencil.

 

 

Sua bateria de 7.812 mAh é composta por duas células conectadas em paralelo, entregando a energia na mesma velocidade. É uma bateira um pouco menor em comparação ao iPad de 10.5 polegadas, e muito menor que a bateria do Microsoft Surface Pro mais recente.

O processador Apple A12X Bionic vem acompanhado de uma memória flash da Toshiba de 64 GB e 4 GB de RAM (no modelo desmontado pelo iFixit).

Sua câmera é um pouco diferente daquela presente no iPhone X, mas mantém o mesmo hardware básico. A câmera traseira de 12 MP perdeu a estabilização ótica de imagem. A bateria do Apple Pencil é recarregada por bobinas de cobre, e sua porta USB-C é modular, o que facilita os reparos.

 

 

O Apple Pencil também foi desmontado pelo iFixit, e precisou ser serrado, já que não foi pensado em ser desmontado. Dentro, você encontra a bateria, a bobina para recarga sem fio, os ímãs de alinhamento, o controle por toque e um chip personalizado da Apple.

Para resumir: o iPad Pro 2018 é difícil de ser reparado, recebendo uma nota 3/10 nas avaliações do iFixit. Muita cola dentro do dispositivo para manter a sua rigidez estrutural é o principal motivo para dificultar os consertos.

O iPad Pro 2018 tem preço inicial sugerido no Brasil de R$ 6.799.

 

Via iFixit