Em uma das lojas da Apple em Amsterdã (Holanda), um iPad simplesmente explodiu. A situação chegou a tal ponto que ambulância e bombeiros foram chamados, e trabalharam para ventilar o local, eliminando a fumaça tóxica.

Felizmente, o incidente não gerou consequências graves, exceto algumas queimaduras leves e vários funcionários com problemas respiratórios. A loja foi fechada para as autoridades locais trabalharem no local.

A Apple não se pronunciou sobre o assunto, mas a polícia confirmou que possível causa da explosão foi a bateria do iPad. A rápida ação dos funcionários, que jogaram um cubo de areia no dispositivo, evitou que maiores danos se produzissem.

A Apple Store situada em Leidseplein foi revisada pelos bombeiros, e depois dos procedimentos de ventilação e limpeza, ela foi reaberta normalmente.

 

 

O problema é que este não é um incidente isolado. Eventos semelhantes aconteceram nos últimos meses nas lojas da Apple na Suíça (Zurique) e Espanha (Valência).

A Apple não fala nada, mas um usuário especialista em baterias da empresa conhecido como Andrew Phan, garantiu que a causa das explosões podem estar relacionados com a tira adesiva que mantém a bateria presa ao corpo do produto.

De fato, as duas baterias que explodiram foram manipuladas previamente pelos funcionários da Apple Store.

Esperamos que a Apple tome as medidas necessárias para evitar um mal maior no futuro.