A Apple anunciou oficialmente dois novos tablets, o iPad Air (2019) de 10.5 polegadas e o iPad Mini (2019) de 7.9 polegadas. Ambos contam com o suporte do Apple Pencil e o processador A12 Bionic. As telas Retina com tecnologia True Tone completam as especificações de modelos que tornam a família iPad mais diversificada.

 

 

Mudanças bem vindas nas especificações

 

 

As mudanças externas são poucas, com o iPad Air com uma tela um pouco mair. As principais novidades estão no interior, especialmente com a presença do processador Apple A12 Bionic, além das duas opções de armazenamento mais chamativas, com 64 GB e 256 GB.

Os dois modelos mantém o sensor TouchID, que desapareceu no iPhone, mas se mantém vivo no iPad. Também está presente o conector Lightning, e a câmera traseira de 8 MP (f/2.4) permanece a mesma. Já a frontal fica com 7 MP, um belo upgrade em comparação ao sensor de 1.2 MP.

 

 

Bordas de tela generosas

 

 

O design dos dois modelos coincide na espessura (6.1 mm), mas com diagonais que diferenciam um do outro. As bordas são grossas, principalmente na parte inferior e superior, especialmente por causa da presença do sensor TouchID.

Assim, o iPad Mini (2019) pode ser considerado um iPad Air Mini, ou o iPad Air (2019) um iPad Mini Plus. Em essência, os tablets são muito similares.

 

 

Modelos mais ambiciosos e mais caros

 

 

A Apple volta atrás. Antes, queria simplificar o catálogo de tablets. Agora, para conter as quedas nas vendas dos iPhones, recupera dois ‘velhos’ membros da família iPad.

Nos dois casos, o salto para os últimos modelos lançados é gigante. O iPad Mini foi lançado em setembro de 2015, e o iPad Air 2 chegou em outubro de 2014, sendo descontinuado em março de 2017 para dar lugar ao novo iPad (2017).

Os dois modelos são incorporados em um catálogo que conta com o iPad (2018) com 9.7 polegadas, que também possui suporte ao Apple Pencil, mas com processador A10 e 32 GB ou 128 GB de armazenamento. Logo, os novos iPads são melhores que o modelo lançado do ano passado e até com relação custo/benefício melhor que o iPad Pro (com Apple A12X), mas com preços igualmente elevados.

 

 

Os novos iPad Mini (2019) e iPad Air (2019) estarão disponíveis nas versões com 64 GB e 256 GB:

– iPad Mini (2019) 64 GB, WiFi, por 449 euros
– iPad Mini (2019) 64 GB, WiFi + 4G, por 589 euros
– iPad Air (2019) 64 GB, WiFi, por 549 euros
– iPad Air (2019) 64 GB, WiFi + 4G, por 689 euros.
– Apple Pencil (1a geração), por 99 euros