Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Software | iOS 18: mais Android do que nunca

iOS 18: mais Android do que nunca

Compartilhe

Acabou a briga: agora, é a Apple quem copia o Android na cara dura, e todo mundo vai chamar isso de “mágico e revolucionário” porque o iOS 18 finalmente recebeu sua porção de ChatGPT (algo que também foi copiado do Android).

O iOS 18 nunca foi tão Android. Algumas “novidades” estão na concorrência desde o primeiro dia de vida, enquanto outras são cópias descaradas, como é o caso do “Modo Jogo”. Sem falar no Google Fotos que foi literalmente clonado.

No final, é um festival de possibilidades de personalizações, onde a grande novidade mesmo é outra coisa que também foi copiada da gigante de Cupertino: o ChatGPT.

 

Personalização (igual ao Android)

O iOS 18 segue na sua jornada de oferecer o máximo de personalização para o seu usuário, como se isso fosse algo “super cool”, como disse o Craig Federighi durante a apresentação do novo sistema operacional.

Agora, o usuário passa a ter ícones e widgets com mais opções de layout, incluindo a parte inferior da tela. Você pode deslocar os elementos que tampam os olhos da foto do seu cachorro na tela inicial do iPhone por exemplo #uau #ironia.

O sistema também recebe ícones adaptados ao Modo Escuro e cores personalizáveis, e a Central de Controle passa a contar com várias páginas acessíveis por meio de um gesto de deslizar…

…igualzinho ao que os usuários dos smartphones da Samsung estão fazendo desde que a sua mãe era virgem!

 

Melhorias em aplicativos

É melhor olhar para o que a Apple fez de diferente com os apps, pois essa parte é um pouco mais relevante porque são mudanças em recursos ou softwares exclusivos de Cupertino.

No iOS 18, passa a ser possível bloquear e ocultar aplicativos com o Face ID, e… Putz… me esqueci que usuários do Android também podem ocultar apps com a identificação biométrica… tá, vou para a próxima.

O Mensagens recebeu novos efeitos de texto e emojis, e o iMessage passa a funcionar via satélite em modelos do iPhone compatíveis com esse formato de comunicação de rede.

Duas coisas que, convenhamos, não mudam a vida de absolutamente ninguém.

O Mail recebe categorias aprimoradas (do mesmo jeito que o Gmail faz), e o Tap to Cash é o novo recurso de pagamentos via Apple Pay (que aparenta ser mais seguro que a aproximação via NFC).

Tem o novo Modo Jogo (cujos detalhes não foram revelados), que deve funcionar do mesmo jeito que em alguns smartphones Android, limitando alguns recursos para melhorar a experiência gaming.

E o novo design do aplicativo de Fotos, que passa a receber um modo de visualização aprimorado, incluindo novas visualizações e categorias, abraçando a estética do Google Fotos sem muito pudor.

Então, Apple… me alimente de novidades!

 

Apple Intelligence: isso mesmo… Apple AI

A Apple não teve nenhuma vergonha na cara para se apoderar da sigla AI para batizar os seus recursos de Inteligência Artificial de Apple Intelligence. Ou para os mais íntimos, AI.

Nem preciso dizer no que vai dar aqui: todo mundo nos Estados Unidos (e qualquer outro país com o inglês como idioma oficial) vai associar a Artificial Intelligence com a plataforma da Apple. E isso vai acontecer não apenas por parte do grande público, mas de forma forçada através dos produtores de conteúdo de tecnologia.

Como não sei como isso será resolvido nos aspectos legais no futuro, vou apenas informar o que a Apple apresentou sobre a Apple Intelligence no iOS 18.

A nova plataforma de IA da Apple tem foco em quatro categorias:

  • Linguagem: o iPhone poderá priorizar notificações analisando seu conteúdo, além de oferecer novas funções de escrita para reescrever ou revisar nossos textos. Essas melhorias estão disponíveis no Mail, no Notes, no Safari e até em aplicativos de terceiros.
  • Imagens: podemos criar imagens usando IA, usando as informações de nossa própria biblioteca de fotos. Por exemplo, você pode criar imagens no estilo MidJourney com as fotos de seus contatos: Desenho, Ilustração e Animação.
  • Ações do aplicativo: “mostre-me os arquivos que você me enviou outro dia”: O iPhone agora será capaz de analisar o conteúdo do telefone.
  • Contexto pessoal: o iPhone com iOS 18 será capaz de processar os dados relevantes de e-mails, contatos, calendário e informações em nossa tela para nos dar conselhos úteis.

A Apple promete que a plataforma terá processamento local para maior segurança e privacidade dos usuários, o que é uma tendência de todas as plataformas de IA do mercado. Evitar enviar dados para a nuvem significa ter menos olhos observando as interações.

A Apple Intelligence estará integrada com o ChatGPT 4 para respostas mais abrangentes, e isso deve deixar algumas pessoas em pânico. Ou talvez não, pois como é a empresa do iPhone, muitas pessoas aceitam qualquer coisa a essa altura do campeonato.

Em função de tudo isso, a Siri foi melhorada, com sua interface de usuário aprimorada e totalmente integrada à tela inicial do iOS 18. Por causa da Apple Intelligence, o assistente virtual passa a compreender melhor o contexto das conversas.

Você pode também digitar comandos para a Siri, que serão executados tal e como se fosse o ChatGPT, já que o GPT-4 da OpenAI está integrado ao assistente para acesso a modelos de linguagem mais avançados.

E Deus que abençoe essa parceria nada cristã entre Tim Cook e Sam Altman.

O Apple Intelligence estará disponível em inglês no ato do seu lançamento, que acontece junto com a chegada do iOS 18. A previsão para o lançamento do suporte para outros idiomas é para 2025, mas sem datas reveladas ou estimadas.

 

Disponibilidade do iOS 18

O iOS 18 em versão beta está disponível para download hoje (10 de junho de 2024), e todos aqueles que contam com status de desenvolvedores ou beta testers podem experimentar as novidades de imediato.

A versão final do iOS 18 está com o seu lançamento previsto para setembro de 2024, junto com a chegada do iPhone 16.


Compartilhe