TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Intelligent Scan: como funciona o novo sistema de identificação biométrica do Galaxy S9 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | Intelligent Scan: como funciona o novo sistema de identificação biométrica do Galaxy S9

Intelligent Scan: como funciona o novo sistema de identificação biométrica do Galaxy S9

Compartilhe

intelligent scan

A Samsung apresentou nos novos Galaxy S9 e Galaxy S9+ o seu novo sistema de identificação biométrica. Na verdade, o Intelligent Scan combina o antigo e o novo, aproveitando os conhecimentos de sistemas diferentes.

A Samsung manteve o seu leitor de digitais, que foi um dos pontos de maior reclamação em relação ao Galaxy S8. Seu posicionamento na parte traseira ao lado da câmera foi, aos olhos de muitos, um grande erro.

No Galaxy S9, a situação melhorou. O leitor está em um local mais cômodo, abaixo da câmera. Mas ele não veio sozinho. O novo sistema de identificação biométrica explora a parte frontal, se valendo do reconhecimento facial e da leitura de iris. Algo que a Samsung explora desde o Galaxy Note 7, pelo menos.

Tal leitor foi incorporado ao Galaxy S8, mas agora no Galaxy S9 ele trabalha em conjunto com a câmera frontal, e dispensando a necessidade de instalar uma câmera específica, tal e como a Apple fez para o Face ID.

 

 

O Intelligent Scan lê o rosto do usuário com a câmera frontal do Galaxy S9, em até 100 pontos diferentes, combinando a informação com aquela obtida através do leitor de iris, combinando o rosto e a iris na equação da identificação do usuário.

O Inteliigent Scan permite o desbloqueio do smartphone, liberando o acesso à pastas seguras que habilitam o sistema para proteger nossa informação, que podem ser usadas para autorizar os pagamentos via Samsung Pay.

Logo, o novo sistema é a fusão de dois componentes que a Samsung já contava. Assim, o Intelligent Scan pode se fazer presentes em smartphones mais antigos que já contam com o leitor de iris, como é o caso do Galaxy S8, S8+ ou Note 8. Mas isso é algo que a Samsung ainda precisa confirmar.


Compartilhe