Compartilhe

iMac

 

O novo iMac de 21.5 polegadas 4K foi apresentado na WWDC, e o pessoal do iFixit já colocou as mãos nele, divulgando o seu tradicional processo de desmontagem.

E o resultado não foi dos mais positivos. O novo iMac 4K recebeu do iFixit uma pontuação 3 em 10 na sua capacidade de reparação. Ou seja, é um dispositivo de difícil reparo.

Algo já esperado, em se tratando da Apple. Em compensação, é possível ver alguns pontos positivos, que mostram que a Apple fez um ótimo trabalho com o produto, de um modo geral.

 

 

A seguir, os pontos positivos e negativos destacados pelo iFixit no processo de desmontagem do novo iMac:

 

 

Pontos positivos

 

– O processador não está soldado à placa, o que indica que ele pode ser atualizado quando precisarmos de mais potência.
– A RAM também não está soldada, e pode ser ampliada a qualquer momento.
– O disco rígido de 2.5″ pode ser trocado sem problemas.
– Não é muito difícil abrir esse iMac.

 

 

 

Pontos Negativos

 

– Processador e RAM estão muito escondidos, com um acesso complicado, que obriga a praticamente desmontar todo o iMac.
– É possível trocar o disco rígido, mas um espaço na bandeja onde ele vai instalado limita a variedade de unidades que podem ser usadas.
– Uma vez aberto o iMac, é preciso substituir toda a fita adesiva que mantém tudo no seu lugar.
– Tela e cristal estão colados, o que complica e encarece os consertos.

 

 

 

Via iFixit


Compartilhe