Compartilhe

Todos nós estamos pensando (e muito) no Huawei Mate 30 e Huawei Mate 30 Pro, os próximos smartphones top de linha da gigante asiática (que tem tudo para ser o primeiro a não contar com o Android by Google, pelo menos, uma vez que Donald Trump mantém os bloqueios das empresas norte-americanas). Mas parece que os smartphones não chegam sozinhos ao mundo.

O famoso leaker Roland Quandt publicou uma série de fotos do Huawei Watch GT2 (nome a confirmar), revelando assim o seu design e algumas de suas especificações técnicas.

 

 

Maior, melhor e promissor

 

 

O desenho do relógio lembra muito o modelo original, mas aparentemente recebe bordas de tela menores, linhas mais finas, bateria maior e um alto-falante e microfone integrados. Também não deve executar o Android Wear, como já acontecia com o modelo anterior (ainda mais agora com o veto do Trump), sendo assim gerenciado pelo LiteOS.

A redução das bordas e o aumento do tamanho da tela não são elementos certos, mas sim baseados em um comparativo visual realizado pelo próprio Quandt com o modelo anterior, mas o aumento da capacidade de bateria para 445 mAh está confirmado.

 

 

Como o modelo anterior, o Huawei Watch GT2 vai se conectar ao smartphone via Bluetooth, mas não está claro se teremos uma LTE. O relógio recebe um GPS integrado para o seguimento de localização e um monitor óptico de frequência cardíaca similar ao seu antecessor. Ele estará disponível em uma versão Sport com pulseiras de plástico ou emborrachada, e uma versão Classic com pulseira de couro.

Dá para dizer que este é um produto que se antecipa à ideia da Huawei em trabalhar com um sistema operacional próprio. A primeira versão desse relógio já funcionou bem sem o Android Wear. E, convenhamos: nesse caso, a grande maioria dos principais fabricantes de relógios inteligentes não dão a mínima para o software do Google nesse caso.

 

 

Mas quem sabe veremos um Huawei Watch GT2 em setembro, ao lado dos novos smartphones. Vamos aguardar.

 

Via WinFuture


Compartilhe