Os novos smartphones Huawei P30 e Huawei P30 Pro são oficiais, e começam a chegar ao mercado internacional. E o Huawei P30 Pro já foi desmontado por alguém, mostrando as suas entranhas. E antes mesmo de começar esse post, é preciso deixar claro que o dispositivo não é dos mais fáceis de serem reparados.

 

 

Ele é fácil de abrir, mas não se iluda com isso

 

O vídeo que mostra o processo de desmontagem do Huawei P30 Pro é uma produção do canal TechMagnet, e foi filmado na Huawei Service Store de Viena (Áustria). A desmontagem foi executada por um técnico com 20 anos de experiência dentro do serviço de assistência técnica de dispositivos da marca, o que o deixa muito mais a vontade do que qualquer outra pessoa para realizar a tarefa de forma aparentemente simples. Mas é só na aparência.

A traseira de vidro do Huawei P30 Pro só pode ser descolada a partir do seu aquecimento com a pistola de calor e a ajuda de uma ventosa. Retirada a tampa traseira, o dispositivo parece estar revestido pelo adesivo de grafite que é responsável pela dissipação de calor. Vale um destaque para a organização das quatro câmeras traseiras do Huawei P30 Pro, onde o sensor de super grande angular de 20 MP, o sensor principal de 40 MP e os sensores ToF estão combinados. Porém, o sensor de 8 MP com estrutura de periscópio está em separado, na parte inferior.

 

 

Outro fator que merece ser observado com maior atenção é o grande tamanho da bateria do dispositivo, que ocupa metade do espaço da placa-mãe. Isso acontece pelo fato do Huawei P30 Pro contar com uma bateria de nada menos de 4.200 mAh. Para manter o dispositivo com a menor espessura possível, a sua bateria é plana e larga, no lugar de ser robusta e estreita, tal e como acontece com a maioria dos smartphones disponíveis no mercado.

O vídeo a seguir vale como uma forma de sanar a curiosidade dos mais curiosos, e adicionar mais informações aos mais exigentes. Vale a pena conferir.