A Huawei apresentou oficialmente o muito esperado Huawei Mate 20 Pro, que quer ir além de ser um smartphone top de linha. Quer ser o símbolo de uma liderança que a marca se vê madura o suficiente para assumir.

Sua folha de especificações é notável, e é encabeçada pelo processador Kirin 980 com processo litográfico de 7 nanômetros octa-core de até 2.6 GHz máximo, trabalhando com a GPU Mali G76 para um desempenho máximo para jogos e a nova dual-NPU, um co-processador duplo orientado para as tarefas de inteligência artificial. O desempenho do dispositivo é reforçado pelos 6 GB de RAM LPDDR4X 2133 MHz.

O Huawei Mate 20 Pro possui uma tela OLED de 6.39 polegadas (3120 x 1440 pixels) com um notch alargado (aqui, pois no Mate 20 é quase inexistente).

 

 

O sistema de câmera tripla traseira é outro diferencial desse modelo, todos trabalhando com recursos de inteligência artificial, e com todas as lentes com ótica Leica Vario-Summilux. A câmera principal (RGB) conta com 40 MP (f/1.8) com tecnologia Light Fusion; a câmera secundária (grande angular) inclui um sensor de 20 MP (f/2.2); e a terceira (teleobjetiva) tem um sensor de 8 MP (f/2.4).

Na câmera frontal, temos um generoso sensor de 24 MP (f/2.0), também com ótica Leica Vario-Summilux.

 

 

Outras características são chamativas no Huawei Mate 20 Pro, como a sua bateria de 4.200 mAh com sistema de recarga rápida Super Charge 2.0 (70% de bateria em 30 minutos) e pelo suporte para recarga sem fio. Sem falar que esse smartphone pode recarregar outros dispositivos sem fio, se transformando em uma superfície de recarga.

O leitor de digitais integrado na tela trabalha com o sistema de reconhecimento facial 3D Face ID da Huawei. A ênfase na segurança com opções tão completas pode fazer com que o modelo dê um passo à frente da concorrência de forma objetiva.

 

 

O conector USB-C é utilizado para recarga de bateria e transferência de dados. O modelo também traz uma novidade no armazenamento: os seus 128 GB disponíveis de forma nativa estão acompanhados de um novo formato de cartão, o NM Card (Nano Memory Card), que é 45% menor que o microSD, permitindo inserir dois nano SIM Cards ou esse NM Card para expandir a capacidade de armazenamento.

 

 

Some tudo isso a certificação IP68 e a conectividade LTE Cat.21 (downloads de 1.732 Mbps). Tudo é gerenciado pelo Android 9 Pie com a interface EMUI 9, com várias funcionalidades customizadas.

O Huawei Mate 20 Pro tem preço sugerido de 1.049 euros.