Huawei Mate 10 Pro

O Huawei Mate 10 Pro é um dispositivo irreverente. É um smartphone bem construído, com características que o posiciona como um dos melhores do mercado, mas consegue levantar algumas contradições.

Nesse post, vamos apresentar os cinco motivos que justificam a compra desse modelo. É claro que outros aspectos podem influenciar, mas os listados no post atendem a maioria dos usuários.

 

 

1. Uma grande bateria

 

O Huawei Mate 10 Pro tem uma bateria de 4.000 mAh, com modo de recarga rápida (0% a 58% em 30 minutos). Aqui, é esperado uma forte otimização do novo dispositivo.

Mesmo sem contar com carregamento sem fios, ao menos possui uma capacidade maior do que a concorrência. Embora falte testes reais, esta deve ser uma das melhores baterias entre os modelos top de linha de 2017.

 

 

2. Uma câmera inteligente

 

A parceria com a Leica resultou em um sensor de 12 MP (f/1.6), que foi capaz de rivalizar com o Google Pixel 2, de acordo com a DxOMark.

Além disso, a Inteligência Artificial tem papel preponderante, sendo mais capaz de tirar fotos estáveis e menos desfocadas. A IA detecta o movimento perfeito para registrar a imagem que mais vai te agradar.

Fato é que, com essa abertura, estabilização e o foco a laser, podemos esperar o melhor, principalmente em ambientes com baixa luminosidade.

 

 

3. Uma tela que se destaca

 

É o primeiro smartphone da Huawei a contar com o formato de tela 18:9 e, por si, já é uma novidade. Porém, as 6 polegadas (HDR) tornam essa tela ainda mais atraente.

São cores vivas, fortes, com contraste se destacando, em um AMOLED que nossos olhos vão gostar.

 

 

4. Um desktop de bolso

 

Uma característica da EMUI 8 do Huawei Mate 10 Pro é permitir que, com um cabo USB-C para HDMI, seja possível conectar o smartphone a um monitor, entregando um comportamento de um desktop. A principal vantagem é não precisar de um dock para isso, e deixar que o smartphone seja utilizado como trackpad.

 

 

5. Um smartphone que te conhece

 

É o grande diferencial do Huawei Mate 10 Pro. Ou é o que causa mais vontade de ver ele em ação. O Kirin 970 foi aprimorado para trabalhar com a Inteligência Artificial.

Com a NPU (Neural Processing Unit) trabalhando com a GPU (Graphic Processing Unit), o smartphone percebe quais são os aplicativos mais utilizados pelo usuário. Assim, a NPU dá prioridade para esses apps, sem comprometer o desempenho ou o consumo de bateria.

A mesma IA atua na fotografia, ajudando a determinar profundidade, nitidez, foco e registro de fotos com baixa luminosidade. A tecnologia identifica objetos em tempo real e ajuste de cores, contraste, brilho e exposição, de forma que o usuário tende a conseguir as melhores fotos.