Compartilhe

A Huawei teve que lidar nos últimos meses com a complicada situação do veto promovido pelo governo Donald Trump, que impediu que a fabricante chinesa pudesse realizar negócios com empresas norte-americanas (sob uma acusação de suposta ameaça à segurança nacional).

A decisão de Trump resultou na saída dos serviços integrados do Google nos smartphones da Huawei, uma vez que a empresa de Mountain View estava impedida em negociar com os chineses. A consequência disso foi a saída da Google Play Store desses telefones, e os usuários perderam o acesso a uma série de aplicativos disponíveis na loja.

Por causa disso, a Huawei desenvolveu o seu substituto para o Google Play Store, que responde pelo nome de AppGallery. E a empresa tentou nos últimos meses convencer e atrair desenvolvedores para a sua loja. Algo que não deu muito certo, uma vez que essa loja novata não consegue alcançar (nem de longe) a grande variedade de opções que hoje estão disponíveis na maior loja de aplicativos para o Android do mercado.

A Huawei parece estar ciente que o plano em turbinar a AppGallery não deu muito certo. Por isso, a empresa já ativou o plano B: na Alemanha, está em testes uma nova e ambiciosa solução para o problema, a AppSearch.

 

 

 

O que o AppSearch faz de tão diferente?

 

 

O nome é auto-explicativo, e eu nem precisava dissertar muito mais sobre o assunto. Porém, vale a pena tentar identificar o seu grande diferencial.

O AppSearch é uma nova plataforma que permite buscar aplicativos móveis. A grande graça da ferramenta é que a sua interface se conecta ao catálogo de vários repositórios, e a partir daí você consegue instalar esses aplicativos no seu dispositivo Huawei.

Em resumo, ele é um app que realiza buscas nos locais onde outros apps estão. Quando você precisar de um aplicativo em específico, o AppSearch vai atrás dele por você, entregando assim o melhor resultado possível de acordo com as buscas.

O AppSearch está em fase de testes limitados que só estão acontecendo na Alemanha, mas o seu potencial é mais do que óbvio quando olhamos para as bibliotecas que o aplicativo utiliza para procurar os seus aplicativos:

Amazon App Store
APKMirror
APKMonk
APKPure
Huawei AppGallery

 

Combinando todas essas lojas, as possibilidades do usuário encontrar um aplicativo que também está presente na Google Play Store são enormes, de modo que o AppSearch pode ser o melhor substituto possível do repositório oficial do Android. Pode inclusive ser uma boa alternativa para usuários de outras marcas de smartphones, e não apenas para os usuários da Huawei.


Compartilhe