Compartilhe

O Houseparty é mais um aplicativo de videochamadas que foi para o topo da App Store e do Google Play Store durante o período da pandemia do COVID-19. Logo, precisamos conhecer esse app um pouco mais de perto (até porque a sua ascensão foi um pouco inesperada), e descobrir como ele se diferencia das demais propostas.

 

 

 

Um app de videochamadas vitaminado

 

 

O Houseparty está disponível para iOS, Android, macOS e Chrome, e já tem um tempo no mercado. Mas só agora ganhou relevância, pelos motivos já destacados. Em junho de 2019, foi adquirido pela Epic Games.

O aplicativo permite a realização de videochamadas em grupo (de até oito pessoas), e se diferencia dos demais aplicativos pelo seu foco geral e por sua integração com os jogos.

O app permite realizar videochamadas diretas ou conversar com alguns dos nossos contatos que contam com Houseparty. Também permite a criação de uma espécie de “salas virtuais” que formam as videochamadas em grupo. Nessas salas, os usuários podem jogar uma série de games em grupo, como:

 

Pictionari: um jogador desenha, e os demais tentam adivinhar o que é desenhando antes que o desenho seja concluído.
Trivial: quem é o mais rápido respondendo perguntas de interesse geral.
Heads Up!: um dos jogadores possui um cartão virtual, e deve adivinhar o que colocar de acordo com as pistas dos demais.

 

 

 

Modelo de negócio e privacidade do Houseparty

 

 

Alguns jogos contam com compras in-app para desbloquear novos personagens e temas específicos. O registro no aplicativo é feito com nome de usuário, senha e endereço de e-mail, além de solicitar um número de telefone e uma conexão com o Facebook (as duas últimas opções podem ser saltadas). Através dos contatos, o app encontra amigos que contam como aplicativo instalado, mas você pode encontrar amigos enviando um link do seu perfil, buscando pelo seu nome ou buscando pessoas próximas que contam com o aplicativo no modo busca.

Por fim, vale a pena destacar que as videochamadas e salas em grupo são privadas e não públicas. Mesmo assim, você pode incluir desconhecidos através de convites. O app oferece uma opção de privacidade para bloquear uma sala para não invitados, mas o usuário sempre será notificado quando um amigo de um amigo entrar na sala. Nas chamadas entre duas pessoas, sempre é preciso a confirmação por parte dos dois para a videochamada começar.

 

 

O Houseparty é bem vindo nos ambientes mais casuais e não tão profissionais, algo compreensível e válido para a comunicação em período de isolamento social. Resta saber se o serviço vai aguentar esse sucesso por um período mais prolongado, ou se é um hit de momento.


Compartilhe