A Huawei apresentou o HarmonyOS na semana passada, e essa plataforma está destinada a chegar em vários formatos de telas e dispositivos, incluindo Smart TVs. E isso já aconteceu: a nova família de TVs Honor Vision vai marcar a estreia do novo sistema operacional, com os seus dois primeiros modelos de 55 polegadas desembarcando nessa semana na China.

 

 

Um bom campo de testes

 

 

Lançar o HarmonyOS em produtos como Smart TVs é uma decisão inteligente, pois assim a Huawei pode observar o comportamento da plataforma antes de levar o software para os smartphones. O interior dessas TVs vai receber o chipset Honghu 818, acompanhado de um chipset WiFi dedicado a potenciar a inteligência artificial de uma webcam em um dos modelos.

O chip Honghu 818 fará todo o processamento de imagem, acessando as tecnologias de compensação de movimento e o suporte ao HDR. Este é um chip octa-core que otimiza o uso da largura de banda e supera outros modelos do mercado (sem especificar quais) em 50%.

Em uma das TVs, ainda encontramos uma webcam pop-up com reconhecimento facial com a ajuda do chip NPU (Neural Processing Unit), além de detecção de postura e monitoramento dos movimetnos do corpo. Já o chip Hisilicon Hi1103 oferece conexões WiFi com taxas de download de até 1.7 Gbps, o que é bem vindo para a reprodução de conteúdos 4K por streaming.

 

 

Apenas na China por enquanto, e com grandes incógnitas

 

 

Não temos maiores informações sobre essas Smart TVs com HarmonyOS, mas finalmente vamos ver como o sistema operacional se comporta, como é a sua interface e quais as opções de instalações de aplicativos.

As duas primeiras TVs dessa família são a Honor Vision e a Honor Vision Pro (a segunda com webcam e chipset NPU). Os dois modelos contam com telas de 55 polegadas (4K, HDR), com suporte para a gama de cores NTSC de 87%, formato de tela 16:9, taxa de atualização de 60 Hz, 400 nits de brilho máximo e ângulos de visão de 178 graus.

As duas TVs chegam ao mercado no dia 15 de agosto. A Honor Vision (2 GB RAM + 16 GB) custará 480 euros, enquanto que a Honor Vision Pro (2 GB RAM + 32 GB) custará 606 euros. Não há informações sobre o potencial lançamento dessas TVs fora da China.