A Honor, uma subsidiária da Huawei, apresentou oficialmente o Honor 10 Lite, smartphone que surpreende a todos com a excelente relação custo/benefício.

Apesar de tudo indicar que ele viria mais caro em comparação com o seu antecessor, temos uma surpersa bem positiva, e mais um modelo para agitar o mercado. É uma das estratégias da Huawei para alcançar a primeira posição no mercado global de smartphones.

O mercado de linha média ainda é muito popular, e é nesse segmento que a Honor mais se destaca, colocando nas mãos dos usuários modelos bem robustos com preços extremamente acessíveis.

O Honor 10 Lite possui uma tela de 6.21 polegadas (Full HD+, 19,5:9), com notch em forma de gota e relação tela/corpo de 90%. O seu processador é o HiSilicon Kirin 710, trabalhando com 4 GB RAM + 64 GB, 6 GB RAM + 64 GB e 6 GB RAM + 128 GB (todas as opções com armazenamento expansível via microSD).

 

 

Honor 10 Lite tem uma câmera frontal excelente para os amantes das selfies

 

 

Nas câmeras, um sensor traseiro duplo de 13 MP + 2 MP, e um sensor frontal de 24 MP. Todos os sensores trabalham com uma grande variedade de funcionalidades relacionadas com a inteligência artificial. O dispositivo é alimentado por uma bateria de 3.400 mAh e gerenciado pela interface EMUI 9.0, com base no Android Pie. O leitor biométrico está na parte traseira.

O Honor 10 Lite chega ao mercado chinês amanhã, 22 de novembro. Seu preço na versão mais básica (4 GB RAM) é de 175 euros. Já o modelo mais completo (com 128 GB de armazenamento) custa 240 euros.

Lembrando que estes são os valores estimados e já convertidos para o mercado asiático. Mas mesmo que os valores fiquem um pouco mais caros pelos fatores que bem sabemos quando importamos dispositivos de tecnologia, o Honor 10 Lite ainda pode ser um negócio bem interessante para quem se interessou por sua proposta.

Ou pelo menos pode ser um concorrente direto do Xiaomi Mi A2 e A2 Lite.