Compartilhe

Isso mesmo. Para você, que viveu uma vida assistindo Os Simpsons, e estava convencido que Homer Simpson era um completo idiota, saiba que vários estudos em diferentes partes do mundo mostram que as coisas não são bem assim.

Um recente estudo realizado por um estudante de doutorado chamado Alejandro Tovar analisou Homer e seus planos de fica rico. Ele chegou a conclusão que, na verdade, Homer é um empreendedor, com mais de 100 trabalhos diferentes, identificando tendências e aproveitando as mesmas para benefício próprio.

Desde vendedor de tomates mutantes até criador de empresa de internet, Homer sempre soube tirar proveito da necessidade dos demais para criar a própria necessidade. Alguns dos trabalhos mais emblemáticos que ele teve a partir do seu trabalho na usina nuclear são:

– Don Barredora.
– Vendedor de Tomacco
– Fundador da Computerworld Hipermerged
– Designer de automóveis
– Crítico de comida
– Vendedor de gordura
– Boxeador
– Dublador
– Crítico de filmes
– Inventor
– Super-herói
– Caminhoneiro

 

A lista é enorme e, segundo Matt Groening, Homer teve mais de 188 trabalhos apenas nos primeiros 400 episódios de The Simpsons. Mas em 2016, no episódio 596, a lista já era de 191 empregos diferentes. Um número quase impossível de ser igualado na vida real.

Eu nunca desacreditei de Homer Simpson, apesar de todas as evidências mostrarem claramente que jamais um ser humano dito racional deveria apostar em Homer para alguma coisa. Exceto quando ele prevê que um meteoro será consumido pela nuvem tóxica, ficando do tamanho da cabeça de um chihuahua.

Eu até desconfio que Homer Simpson é, na verdade, brasileiro. Além do marido de Marge trazer dentro de si a filosofia do “eu não desisto nunca”, depois de tantas profissões e fracassos, eu só posso entender que Homer vive o tempo todo no modo da gambiarra, tal e como boa parte dos brasileiros decidiram viver.

De qualquer forma, é bom saber que finalmente reconheceram o gênio criativo que Homer sempre foi.

Tamo junto, Homer! Meu bro!


Compartilhe