Emilie Ratelband, um holandês de 69 anos, iniciou uma batalha legal para mudar a sua idade. Ele quer ter legalmente 49 anos e, assim, ter uma visibilidade maior no Tinder.

Ele se cansou de ter que colocar a sua idade real em aplicativos de sexo e relacionamentos, e entende que os seus 69 anos é um impedimento para ter uma vida sexual online mais ativa. Para ele, sua aparência não reflete a sua idade, e um número faz com que ele deixe de receber mensagens de mulheres que poderiam estar interessadas por ele.

Por causa disso, ele realizou uma solicitação para mudar a sua idade, deixando os 69 anos atuais par aos 49 anos que, de acordo com o seu entendimento, se encaixam melhor com a sua aparência e estilo de vida. Na teoria de Emilie, se existem pessoas que podem mudar de gênero, ele deveria ter o direito de mudar a sua idade.

Nas próximas semanas, um juiz da cidade holandesa de Arnhem vai decidir como proceder diante da petição incomum do cidadão. É provável que não dê em nada, uma vez que não existem mecanismos que permitam a uma pessoa a mudança de sua idade por meios legais.

Emilie também afirmou que a sua idade o limita na hora de trabalhar (ele é conferencista e guru profissional), uma vez que este é um fator que faz com que algumas empresas simplesmente descartem a sua contratação. De acordo com o nosso protagonista, os médicos que cuidam de sua saúde afirmam que ele tem uma constituição física de uma pessoa de 45 anos.

Se ele tiver sucesso, vai ter um efeito colateral imediato: ele pode deixar de receber a pensão a que tem direito em função de sua idade. Porém, o senhor Ratelband deixa claro que não tem qualquer problema em aceitar essa condição.

Na teoria, é até um caso justo. Afinal, a idade é apenas um número. Mas… e na prática? Uma disputa legal para pegar mais mulher no Tinder?

 

Via BBC