Hábitos saudáveis contra o câncer de mama

Compartilhe

Prevenir é sempre melhor do que remediar. E quero acreditar que tudo o que aconteceu em 2020 tenha feito com que essa frase se tornasse uma realidade prática entre algumas pessoas mais céticas.

O câncer de mama é uma das doenças que mais podem levar a óbito. Seus efeitos alcançam amigos e familiares que testemunham a pessoa que dela padece, deixando marcas profundas no paciente e, em casos mais graves, consequências irreversíveis.

Felizmente, muitas pessoas passam pelo câncer de mama recebendo apenas as marcas físicas da doença, que se transformam em medalhas de coragem e resiliência. E, em outros casos mais específicos, é possível evitá-la ou minimizar o seu impacto em nosso corpo com medidas simples, eficazes e acessíveis.

Neste post, vamos recapitular alguns dos bons hábitos que podem ser adotados para reduzir os efeitos negativos do câncer de mama no organismo, ajudando inclusive na recuperação do paciente e na manutenção da boa saúde a longo prazo.

 

 

 

Realizar o autoexame regularmente

 

 

Este é o primeiro passo para detectar o câncer de mama o quanto antes. Toda mulher precisa conhecer o seu corpo e não se sentir inibida ou constrangida para realizar esse procedimento. O autoexame é uma forma clara de “se amar”, se proteger e efetivamente descobrir o que acontece com o seu corpo.

Como pode ver, nem é preciso ter uma tecnologia avançada na hora de detectar uma doença tão séria quanto essa. Mas certamente vamos falar em algum momento sobre a tecnologia disponível para o combate ao câncer de mama.

 

 

 

A partir dos 40 anos de idade, mamografias anuais

 

O autoexame é um excelente preventivo, pois pode detectar o câncer de mama em estágios iniciais. Porém, ele não apresenta a extensão do problema para o paciente. Por isso, é fundamental que, tão logo a anormalidade seja detectada no corpo, que um exame de mamografia seja realizado.

Hoje, temos equipamentos de tecnologia avançada que podem identificar com maior precisão qual é a extensão do problema. E isso é decisivo para determinar o tipo de tratamento a ser adotado.

Após o tratamento, a necessidade de realizar as mamografias atuais é o que dá a garantia de uma boa manutenção da saúde. Apesar de um eventual desconforto no procedimento, é fundamental não ser leniente neste aspecto.

Faça a mamografia todos os anos. Simples assim.

 

 

 

Consultas periódicas a cada seis meses

 

Verificar como a sua saúde está é algo que vai entrar na sua rotina, de forma inevitável. Assim como a tecnologia, o câncer pode evoluir, e o seu corpo precisa estar preparado para eventuais contra-ataques.

Exames periódicos ajudam a você e ao seu médico a trabalharem em equipe, encontrando juntos a melhor estratégia para combater o câncer de mama.

Quanto mais informação você tiver sobre o assunto, maiores são as chances de combater a doença da forma correta. Sem falar na tranquilidade no tratamento.

 

 

 

Mantenha uma alimentação saudável

 

 

Essa é uma mudança de comportamento bem importante, pois sabemos que a alimentação saudável não só ajuda no tratamento do câncer de mama como na manutenção da saúde como um todo.

Reduzir as carnes e aumentar o consumo de frutas e verduras vai ajudar a reforçar a defesa do seu organismo contra o aumento das células cancerígenas. Sem falar que uma nova dieta pode contribuir com uma perda de peso e ganho de massa muscular a longo prazo.

 

 

 

Consumo de suplementos alimentares

 

Além de mudar os hábitos alimentares, o consumo de suplementos é mais um elemento que pode reforçar de forma decisiva as defesas do corpo. Produtos como o Indol 3 Carbinol podem contribuir para essa manutenção do organismo focando especificamente no combate ao câncer de mama.

Inúmeros estudos comprovam sua eficácia, uma vez que este suplemento atua na regulação do estrogênio no corpo. O Indol 3 Carbinol (I3C) é originário de vegetais da família Brassicaceae, como a couve flor, a rúcula e o espinafre, e incorpora aproximadamente 120 diferentes tipos de fitonutrientes e glucosinolatos.

 

 

 

Pratique atividades físicas regularmente

 

Não vai adiantar de muita coisa modificar hábitos alimentares se você manter a sua rotina de sedentarismo. É fundamental ajudar o seu corpo a responder melhor aos efeitos da doença e do tratamento fortalecendo ainda mais as suas defesas com atividades físicas regulares e periódicas.

Realizar uma atividade física tem como principal objetivo (entre outros) promover a redução de peso, afastando assim as chances de sofrer os efeitos da doença pela maior concentração de gordura no organismo.

 

 

 

Elimine o álcool e o cigarro de sua vida

 

Se todos os malefícios do consumo desses dois itens não são suficientes para convencer você sobre o abandono do álcool e do cigarro, então saiba que o consumo regular dos dois pode sim resultar no câncer de mama.

Então, dentro do pacote de mudanças que você vai adotar na sua rotina, retirar o álcool e o cigarro são elementos obrigatórios para garantir uma plena recuperação e uma longa vida após o tratamento. Ou quem sabe para evitar que o câncer de mama apareça algum dia em sua vida.

 

 

 

Um conselho final: informação, senso comum e muito amor

 

 

Um conselho final.

O câncer de mama é um problema sério, mas não definitivo. Quanto mais informação você tiver sobre o assunto, maiores são as chances de você superar essa enfermidade.

Logo, procure ler o que puder sobre o tema, assistir a documentários e materiais jornalísticos, consultar fontes confiáveis na internet e conversar com pessoas que superaram a doença. Tudo isso vai contribuir para você dominar o assunto, sem deixar que o assunto domine você.

E sobre o tal senso comum?

Pensar nas atitudes que vai tomar é algo que qualquer pessoa deveria abraçar como rotina na vida, mas nem sempre é isso o que acontece. Neste caso em específico, faz uma diferença ainda maior.

Ter a consciência que as mudanças de hábitos farão com que a sua vida será mais longa e próspera não é apenas um ato de amor para você, mas também para as pessoas mais amadas, que estão ao seu redor.

E tenha a certeza que, se você se ajudar, está ajudando os seus amigos e familiares a cuidarem de você.


Compartilhe