TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Há diferenças entre os formatos JPEG e JPG? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Variedades | Há diferenças entre os formatos JPEG e JPG?

Há diferenças entre os formatos JPEG e JPG?

Compartilhe

Existem diferentes formatos de imagem no mercado, e no meio de tantas opções, existem algumas que são tecnicamente similares. São os casos dos formatos JIF, JPEG e JPG: eles são basicamente a mesma coisa, mas contam com algumas diferenças que podem confundir os usuários mais leigos.

Neste post, vamos responder as questões ao redor dos termos JPEG e JPG, explicando que o cenário é bem menos complexo do que se imagina. Além disso, vamos mostrar como chegamos nos dois termos dentro do mundo da tecnologia.

 

 

 

O que é o JPEG?

O JPEG (Joint Photographic Experts Group) foi publicado pela primeira vez em 1992, e recebeu esse nome pelo subcomitê que ajudou a criar o padrão JPEG Interchange Format (JIF) que, por sua vez, é um formato obsoleto nos dias de hoje.

São imagens de 24 bits, com oito bits em cada canal no formato de cores RGB. Na prática, são imagens que não podem ter transparências, apesar de receber 16 milhões de cores. Se caracteriza pela compressão de perda, o que faz com que as imagens ocupem menos espaço de armazenamento mas sem perder qualidade.

 

 

 

O que é um JIF?

O JIF é o predecessor do JPEG, e desapareceu por conta de suas limitações sérias nas codificações de cores, que não representam as cores reais da imagem capturada.

O JPEG (ou JFIF), o formato de arquivo de imagem intercambiável (Exif) e os perfis de cores ICC resolveram esses problemas e, com o passar do tempo, o JPEG se tornou o formato padrão de imagem.

 

 

 

E o JPEG 2000?

Em 2000, um novo formato chamado JPEG 2000 (JPG2 ou JPF) chegou ao mercado para substituir o JPEG, mas fracassou na tentativa.

Aqui, o fracasso aconteceu justamente pela incompatibilidade com o JPEG, já que era um código completamente novo. Além disso, o JPEG 2000 exigia uma quantidade de memória muito maior para funcionar, o que era um problema para a sua época.

Hoje, o JPG2 seria excelente. Porém, é impossível competir com a popularidade do JPEG.

 

 

 

JPEG vs JPG

Na prática, não existe diferença entre os dois. Aqui, estamos falando exatamente da mesma coisa.

O que aconteceu foi o seguinte: quando o Windows apareceu e, principalmente, os sistemas de arquivos MS-DOS 8.3, não dava para nomear as extensões de arquivo com mais de 3 caracteres, algo que nunca aconteceu no Linux e no Mac.

Por isso, o JPEG virou JPG para funcionar sem problemas nos sistemas da Microsoft. Alguns programas colocaram os dois nomes em separado, dependendo das opções relacionadas com o arquivo de imagem.

Porém, na prática, os dois são a mesma coisa. O único problema aqui é que a confusão dos nomes foi se arrastando ao longo dos anos, até chegar nos dias de hoje.

 

 

 

Conclusão…

JPEG e JPG são a mesma coisa. O mesmo formato de arquivo, com as mesmas características e o mesmo funcionamento. Só contam com nomes diferentes.

Este post é pensado nos usuários mais novos, que não vivenciaram o mundo da tecnologia nas décadas de 1990 e 2000. Para esse grupo, o artigo ajuda a esclarecer uma confusão que, em teoria, nem tem muito sentido de existir.


Compartilhe