Compartilhe

650_1000_samsung-hq

No meio do mês de setembro, a NVIDIA registrou um processo contra a Samsung e Qualcomm, por conta de uma suposta violação de várias patentes dos seus chips gráficos. Naquele momento, havia a possibilidade desse conflito resultar na retirada de alguns produtos das duas empresas nos Estados Unidos, caso a demanda se tornasse próspera. Pois bem, tudo se complicou, mas não como o esperado.

Agora é a Samsung que está denunciando a NVIDIA na Comissão Internacional de Comércio dos Estados Unidos, por conta de uma possível violação de suas patentes, além da acusação injusta feita há dois meses. O que chama a atenção desse último processo é que ele poderá promover a retirada do mercado norte-americano dos chips gráficos da NVIDIA, caso a Samsung obtenha sucesso.

A essa altura do campeonato, os usuários já estão acostumados a ver as gigantes do mundo da tecnologia processando umas as outras para proteger suas patentes. E, gostando ou não, são as regras do jogo. Esse recurso permite proteger o investimento no desenvolvimento das tecnologias protegidas pelas suas patentes.

O problema [e quando as empresas envolvidas não são capazes de chegar a um acordo sem a intervenção de um tribunal, e isso faz com que um ou vários produtos acabem vetados no mercado. Quando isso acontece, quem mais perde é o usuário, que deixa de ter acesso aos produtos envolvidos na disputa.

Esperamos que o litígio entre Samsung e NVIDIA não chegue ao extremo, independente do lado favorecido. De qualquer forma, a disputa agora é mais franca e aberta do que nunca.

Vía | PhoneArenaUSITC


Compartilhe