GPD P2 Max, o candidato a “menor ultrabook do mundo” | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia GPD P2 Max, o candidato a “menor ultrabook do mundo” | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notebooks, Ultrabooks e Conversíveis | GPD P2 Max, o candidato a “menor ultrabook do mundo”

GPD P2 Max, o candidato a “menor ultrabook do mundo”

Compartilhe

O GPD P2 Max é considerado “o menor ultrabook do mundo”, de acordo com as palavras dos seus criadores. É mais um daqueles interessantes projetos de crowdfunding, nesse caso alojado no IndieGoGo, que alcançou quase 1.000% a mais do que a meta prevista para iniciar a sua comercialização.

O notebook se destaca por contar com um tamanho incrivelmente reduzido (menor até do que muitos dos finados netbooks do passado), com uma tela multitouch com 10 pontos de contato, suporte para lápis óticos, resolução nativa elevadíssima de 2560 x 1600 pixels para um computador com uma tela que tem apenas 8.9 polegadas de diagonal. Nas dimensões, ele está mais para um tablet do que um notebook propriamente dito, e o seu peso de apenas 650 gramas oferece uma grande mobilidade.

 

 

Não se deixe enganar: ele é pequeno, mas funciona

 

 

Porém, é importante você ficar sabendo de algumas coisas antes de começar a puxar o cartão de crédito da carteira. Este é, na prática, um PC, e com boas características técnicas, começando pelo processador Intel de oitava geração dual-core a 1.1 ~ 3.4 GHz (Core M3-8100Y) de ultra baixa voltagem para um menor consumo de bateria e permitir um sistema de ventilação passiva (sem ventiladores).

O GPD P2 Max estará disponível com 8 GB ou 16 GB de RAM e opções de armazenamento interno baseado em SSD NVMe com até 1 TB de capacidade. Sua conectividade é boa para o tamanho do produto: WiFi ac e Bluetooth, duas portas USB-A de tamanho completo e outro USB Type-C.

Esse notebook em tamanho diminuto recebe o Windows 10 Home pré-instalado, e possui um preço base de US$ 531. Os primeiros envios do produto já começaram.

 

 

Em resumo: estamos diante de um notebook com dimensões reduzidas, uma boa estética, boas características técnicas e a enorme mobilidade que o rótulo de “menor ultrabook do mundo” não pareça algo tão exagerado assim.

Não há previsão de lançamento para o produto, mas bem sabemos que, por causa do seu tamanho portátil, a sua importação está um pouco facilitada.

 

 

Via Indiegogo


Compartilhe