Compartilhe

Lembra quando o Google perdeu no tribunal europeu as acusações de monopólio sobre a obrigatoriedade por contrato da presença dos aplicativos da empresa nos dispositivos Android dos fabricantes parceiros? Pois é: agora a empresa de Mountain View agora está cobrando pelo uso do Android inteiro para esses mesmos fabricantes.

Apenas para entender o contexto de tudo isso: o sistema operacional Android é livre, mas os fabricantes são obrigados a utilizar os aplicativos Google nos seus smartphones (Chrome, Google Search, Fotos, Mapas, etc).

Não há como os fabricantes contarem com o Android de forma oficial sem esses aplicativos, e só existem três alternativas diante deste cenário:

1) Exigir aos fabricantes a pré-instalação do aplicativo de pesquisa do Google e do navegador Chrome como condição para o licenciamento da Google Play;

2) Pagar para determinados fabricantes de grande porte e operadoras de redes móveis que pré-instalem de forma exclusiva o aplicativo de pesquisa do Google nos seus smartphones;

3) Os fabricantes que se recusam a instalar tais apps do Google usarem uma versão fork do Android.

Para a União Europeia, nenhuma dessas alternativas é válida, e só restou para o Google cumprir a sua ameaça, cobrando dos fabricantes que querem instalar os serviços da empresa em seus dispositivos.

Ainda que isso aconteça no início, é esperado que os fabricantes acelerem o desenvolvimento de suas próprias lojas de aplicativos ou fechar acordos com outras lojas, como a Aptoide.

 

 

É a grande chance da Aptoide ganhar força

A decisão começa a valer em 2019, e marcas como Huawei, Xiaomi, ZTE e outras terão que começar a pagar já a partir do final do ano corrente. Agora, resta saber até que ponto os fabricantes aceitam pagar por esse licenciamento, além de saber se os smartphones vendidos fora da área da União Europeia seguirão a mesma regra da Europa.

Huawei, Xiaomi e ZTE já contam com suas próprias lojas. Só falta agora convencer os desenvolvedores a publicar os seus aplicativos nessas lojas.

 

Via ITHome


Compartilhe