Google usa Inteligência Artificial para melhores diagnósticos de câncer de pulmão | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Google usa Inteligência Artificial para melhores diagnósticos de câncer de pulmão | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | Google usa Inteligência Artificial para melhores diagnósticos de câncer de pulmão

Google usa Inteligência Artificial para melhores diagnósticos de câncer de pulmão

Compartilhe

O câncer de pulmão é o mais mortal de todos que se conhece, matando (pelo menos) 1.7 milhão de pessoas ao redor do mundo por ano. É um tipo de câncer que mata mais do que o câncer de mama, de próstata e colorretal combinados.

Com os avanços espetaculares dos tratamentos nos últimos anos, o câncer hoje não é sinônimo de ‘morte’. Porém, a detecção precoce segue como algo fundamental para reduzir esse elevado número de mortes. Parte do problema é que a maioria dos carcinomas não são diagnosticados até os estágios avançados (ou tardios) da doença, onde as taxas de cura diminuem pela própria evolução das células malignas que se transformam em metástases, especialmente no caso do câncer de pulmão.

O Google quer mudar esse cenário com a ajuda da tecnologia. Uma nova ferramenta baseada em Inteligência Artificial é capaz de obter uma previsão do câncer de pulmão mais precisa e acessível. Para o diagnóstico desse tipo de câncer, os radiólogos verificam centenas de imagens de uma única tomografia computadorizada. Com o novo modelo de inteligência artificial do Google, é possível obter uma previsão da neoplasia maligna de câncer de pulmão geral e identificar o tecido maligno ou nódulos pulmonares que hoje são difíceis de identificar. A IA também ajuda a revelar as taxas de crescimento de tecidos suspeitos.

 

 

Precisão de 94% na hora de detectar padrões que o olho humano não vê

 

lung cancer scan.gif

 

Para provar o seu modelo, o Google expôs a IA ao exame de 45.856 testes de TC de tórax, comparando com os resultados obtidos com o de seis grupos de radiólogos certificados. Os resultados detectaram 5% a mais de casos de câncer de pulmão do que os radiólogos. Também reduziu os falsos positivos em 11%.

Os números podem parecer poucos, mas são milhares de vidas que podem ser salvas. Além disso, o modelo está em desenvolvimento e em constantes melhorias. É preciso uma investigação clínica adicional e testes prévios antes da sua chegada ao grande mercado, mas o Google afirma que os resultados iniciais são alentadores.

Tal e como outras ferramentas de detecção de enfermidades baseadas em IA como os destinados ao câncer de colo, o Google espera que o novo modelo melhore a detecção prévia da doença e a acessibilidade aos testes. A alta tecnologia está sendo fundamental no campo da medicina, e será ainda mais no futuro.

Alentador.

 

Via Google, New York Times


Compartilhe