Compartilhe

O Android P anunciado na Google I/O 2018 traz as suas boas doses de semelhanças com o iOS apresentado pela Apple no iPhone X. Além de suportar de forma nativa telas com notch, o software permite o controle da interface por gestos.

A Google teve que vir se explicar sobre suas escolhas, e insiste que não copiou ou se inspirou na Apple. De fato, a Apple também não inventou o controle por gestos no iPhone X (esse mérito é do webOS), mas a similaridade e a implementação adicionada da coincidência no tempo é algo que chama a atenção de todos.

O vicepresidente de engenharia da Google informa que o time do Android está trabalhando sem parar no Android P durante um ano, e que a adoção dos novos gestos não tem nada a ver com a Apple. Reforça que os software ainda mantém os botões Início, Voltar e apps abertos na parte inferior, e a ideia era simplesmente remover esse último botão.

Diferente da Apple, a Google afirma que adora o botão Home, que é sólido, determinista, e que sempre podemos recorrer a ele.

O botão Home do Android também abre o Google Assistente e, por conta disso (também), não pode desaparecer tão facilmente. E o botão Voltar continua no Android P, já que eliminá-lo resultaria em uma dor de cabeça adicional aos desenvolvedores.

 

Via CNET


Compartilhe