Que o Google é um verdadeiro devorador de dados, todo mundo sabe. Se você usa um produto da empresa, ela vai armazenar dados pessoais para análise e uso. O que você talvez não sabia é que o Google conhece muitas das compras que você faz na internet.

Existe uma seção especial de compras na informação da conta do Google. Está escondido, mas está disponível para acesso desde 2014. Vá em Google Conta > Pagamentos e Assinaturas > Gerenciar Compras.

Graças ao Gmail, o Google compila as informações de compras. Mesmo que você não realize compras em seus sites ou dos seus serviços, se você faz compras na internet, com certeza ele sabe.

O Gmail é gratuito, mas você paga com os seus dados pessoais, e por isso compila os dados de suas compras com riqueza de detalhes, se bem que com certeza algumas dessas informações a empresa não consegue escanear. Por exemplo, compras realizadas pela Amazon que você faz enquanto você usa um e-mail do Gmail não entram na coleta de dados do Google.

O Google verifica cada e-mail que você recebe, e quando fica sabendo que é um recibo ou fatura, ele assimila isso como uma compra. No portal escondido dentro da área de configurações, é possível ver a data estimada de entrega, o resumo do pedido indicando o que foi comprado, o endereço de entrega e o custo da compra. Também é possível ver as assinaturas ou compras feitas no Google Play.

 

 

A verdade é: não é possível escapar do Google enquanto você usa o Google. Tudo o que é de graça tem um preço, e como diz as regras do jogo, você cede os seus dados para o buscador catalogar as informações de acordo com os seus interesses, incluindo as suas compras.

Em 2017, o Google anunciou que deixar de usar as informações dos e-mails do Gmail para os perfis em anúncios. O que segue fazendo é escaneando cada e-mail em busca de problemas em potencial, como malware ou phishing.

O Google não esconde em nenhum momento que armazena esse tipo de informação, e a prova é a existência desse painel em si, onde existe inclusive a opção de eliminar o rastro de compras da sua conta Google. Mas é um exemplo claro que mostra até onde as empresas de internet sabem da nossa vida.

 

Via Google