Goste você ou não, o buscador do Google é mágico na hora de entender o que procuramos. Um claro exemplo disso é quando digitamos termos como Aguanchu bi fri, Aaaaa cigueña, a rili rili won ou ebribare, e a ferramenta de busca entrega como resultados as canções correspondentes à pronúncia das mesmas. Aposto que Queen, Disney, Spice Girls e Backstreet Boys não contavam com isso.

Ah, sim… antes que você pergunte…

Aguanchu bi fri = I Want to Break Free, Queen
Aaaa cigueña = O Ciclo Sem Fim, tema principal de O Rei Leão
A rili rili won = Wannabe, Spice Girls
Eribare = Everybody, Backstreet Boys

 

 

Aguanchu bi fri, Google. Aguanchu bi fri

 

 

Todo mundo já passou pela situação de digitar um termo no buscador do Google da forma que entende ou acredita ser a correta, e encontrar como resposta o nome correto. O buscador consegue entregar o maior número de acertos pela simples associação de ideias, e faz isso pensando nas crianças que começam a fazer as suas buscas no serviço.

Tal característica é ainda mais chamativa na busca de músicas no YouTube. Quem não sabe inglês ou não domina bem o idioma tem na plataforma de vídeos um grande aliado. O índice de acertos é elevado e, em alguns casos, surpreendente quando olhamos para o termo digitado.

Os exemplos dos usuários são ainda mais absurdos quando vemos os resultados corretos para termos digitados de forma totalmente incompreensível para muita gente, como acachufilin, pum pum pam rock, eni ayuwoki, buayas buayas e endaaa.

 

 

A mágica não é tão mágica assim

 

 

Tudo funciona direito por causa do grande conjunto de cliques dos usuários, que fazem todo o trabalho sujo para o Google, que só tem que implementar os resultados. Tem muita gente confirmando os resultados certos, e o buscador vai aprendendo com os cliques dos usuários, e entregando a resposta certa para outros usuários.

Tal método é aproveitado em outros serviços do Google, como no Google Chrome ou Google News. O algoritmo aprende pelas buscas e faz a associação das palavras chave aos cliques, mostrando sempre o resultado mais correto e posicionando esse termo acima dos demais.

A função de busca inteligente do Google trabalhando com o seu Smart Search é o que faz com que o algoritmo aprenda com todas as interações feitas pelos usuários, para entregar os tais resultados surpreendentes. Logo, não é tanta mágica assim. Mas você acredita que é. Quando na verdade, é apenas a tecnologia funcionando bem.