Compartilhe

Em 2 de setembro de 2018, o Brasil testemunhou uma de suas maiores tragédias históricas, e um dos seus momentos mais tristes. Um terrível incêndio destruiu completamente o Museu Nacional no Rio de Janeiro, e nós testemunhamos o desaparecimento de boa parte da nossa história e da história da humanidade.

Calcula-se que o incêndio destruiu aproximadamente 92,5% de todas as obras que o edifício abrigava. E toda essa memória não pode ser recuperada. Felizmente, anos antes da tragédia acontecer, uma equipe do Google Arts começou a trabalhar com a instituição para digitalizar toda a coleção de itens abrigados pelo museu.

Poucos meses depois do incêndio, o Google reinaugurou o Museu Nacional do Rio de Janeiro, ao menos de forma virtual. Obviamente, o tour online não entrega a mesma experiência da visita física, pois não podemos ver as obras de perto. Mas ao menos é um consolo poder voltar a ver objetos de valor histórico e artístico inestimáveis.

Além do tour virtual e poder rever algumas das obras, o diretor do museu, Alexander Kellner, escreveu um post no site do Google Arts & Culture, onde ele fala um pouco sobre o Museu Nacional:

“Apesar de uma parte significativa da coleção se perder, o Museu Nacional não perdeu a capacidade de gerar conhecimento”.

 

 

Entre os objetos históricos e obras que podemos voltar a contemplar está o Meteorito de Bendegó (o maior encontrado no Brasil), uma réplica do Titanossauro (os ossos foram descobertos em São Paulo em 1950) e Luzia (o fóssil humano mais antigo encontrado na América do Sul).

Graças ao acordo entre Google e o Museu Nacional, agora temos esse prédio e seu acervo eternizado na internet, e passa a ser uma das mais de 50 instituições culturais do Brasil que estão integrados no Google Arts & Culture. O tour virtual serve para recordar toda a beleza e sabedoria que o local abrigava, enquanto esperamos que todo o dinheiro que a instituição recebeu de instituições do mundo todo sirva para recuperar o local fisicamente.

 

 

 

Via Google (Museu Nacional virtual)


Compartilhe