TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Google precisa mesmo do Google Card? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Google precisa mesmo do Google Card?

Google precisa mesmo do Google Card?

Compartilhe

Saber sobre a existência do projeto do Google Card, o projeto de cartão de crédito da gigante de Mountain View não é nenhuma surpresa. O segmento de fintechs está se tornando um dos mais atraentes para empresas de todos os segmentos, especialmente no setor de tecnologia, que busca diversificar os seus lucros em um mundo que está comprando cada vez menos smartphones, e no caso específico da empresa líder de buscas na internet, o mundo da publicidade está cada vez mais volátil com a crise pandêmica que hoje afeta a todos e em todo o mundo.

Por enquanto, não sabemos muito sobre o Google Card além de imagens vazadas sobre o projeto. Tudo indica que esse meio de pagamento chega através de uma parceria com a Visa, e deve apostar exclusivamente no chip de identificação contactless, com todo o gerenciamento do cartão ser feito através do seu aplicativo associado.

 

 

De novo, nada surpreendente até aqui. Muito menos depois que a Apple apresentou o seu cartão de crédito em 2019. Vale lembrar que a Amazon também tem os seus cartões de crédito. Com isso, os próximos meses podem ser divertidos nesse aspecto, com as gigantes de tecnologia virando bancos. Mais ainda se a Samsung fizer o mesmo movimento.

 

 

 

Por que o Google Card?

 

 

Também podemos perguntar se ele é necessário, se é original ou inovador, ou se todo mundo vai ter esse cartão no futuro. Não dá para fazer reviews de produtos que não existem, mas é importante tentar entender os motivos do Google para dar esse passo. Que é o mesmo passo que a Apple deu.

Voltando no tempo. Lembra do Google Wallet? Pois é, ele foi substituído pelo Google Pay, que por sua vez recebeu o seu próprio cartão de crédito em 2013. Ali, as fintechs já apareciam com força, e a gigante de Mountain View quis surfar na crista da onda. O problema é que ele veio muito antes do tempo.

E por que um cartão de crédito agora? Um pedaço de plástico quando os cartões virtuais estão bombando? Por que?

 

 

Hoje, os cartões de crédito físicos são usados em massa, mas nada indica que esse é o futuro. Então, Google Card e Apple Card são “pontes de plástico” entre o presente e o futuro, ou ferramentas de transição para o que está por vir.

Ou seja, o cartão de crédito do Google é um assistente de transição do formato de pagamento clássico para um serviço financeiro virtual, em um ecossistema no melhor estilo fintech. Um cenário que, se seguir ampliando as interfaces contactless nos dispositivos de pagamento, nos aproxima um pouco mais de um modelo que se encaixa melhor com as tecnologias de pagamento via smartphone, smartwatch e outros gadgets.

 

 

Esse é o real motivo para que Google e Apple desenvolvam um cartão de crédito em pleno 2020. Os cartões são apenas partes de plástico de um iceberg que é muito maior do que se demonstra ser na superfície. Centralizar o gerenciamento de nossas transações financeiras é um mercado com enorme potencial e que ainda não é ocupado por nenhuma empresa.

E gigantes da tecnologia estão encantadas pela possibilidade em ficar com um pedaço desse bolo. Os cartões de crédito são apenas a porta de entrada para algo bem mais interessante que está lá dentro. E vale a pena que eu, você e todos os fanáticos por tecnologia prestarem muita atenção para tudo isso.

 

 

Via TechCrunch


Compartilhe