Google pode encerrar o Google Cloud em 2023 | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Google pode encerrar o Google Cloud em 2023 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Google pode encerrar o Google Cloud em 2023

Google pode encerrar o Google Cloud em 2023

Compartilhe

Amazon e Microsoft dominam a nuvem, e o Google, que parecia ter muito mais poder de fogo nesse aspecto, não consegue alcançar as duas. Desse modo, o futuro do Google Cloud poderia estar comprometido se o quadro não mudar.

No começo de 2018, os principais responsáveis da Alphabet se reuniram para planejar a sua estratégia para a nuvem, e teriam decidido que, caso o Google não alcançasse a primeira ou segunda posição do mercado Cloud em 2023, a empresa abandonaria o segmento por completo.

 

 

Google, muito longe de Microsoft e Amazon

O Google domina as buscas e a publicidade online, mas é muito menos relevante na infraestrutura da nuvem. Amazon e Microsoft entregam alternativas cada vez mais poderosas, e o Google Cloud ainda precisa disputar a terceira posição com concorrentes de peso como Alibaba, IBM e Rackspace, por exemplo.

O Alphabet não revela quais são as receitas específicas de sua plataforma na nuvem, mas em julho de 2019 revelou que alcançaram US$ 8 bilhões de receitas anuais, número que está abaixo dos US$ 9 bilhões do Amazon Web Services apenas no terceiro trimestre de 2019. O Microsoft Azure não tem dados oficiais, mas estima-se que arrecadou US$ 4.3 bilhões no mesmo período.

Larry Page, um dos co-fundadores do Google, não admite que a empresa fique com um distante terceiro lugar no segmento, mas tanto Sundar Pichai como a CFO Ruth Porat defenderam a validade do negócio. Com page fora dos escritórios, pode ser que a ideia de Pichai prevaleça e o Google Cloud se torne uma aposta a longo prazo, e não uma condição de sobrevivência até o final de 2023.

 

 

O Google é historicamente muito criticado por lançar produtos e serviços que são abandonados quando os mesmos não funcionam como a empresa esperava ou não são rentáveis. Sair do mercado da nuvem pode afetar a alguns dos seus serviços e propostas recentes (por exemplo, o Stadia).

Um porta-voz do Google informou que o artigo que compartilhou as informações abordadas nesse post “não era preciso”, e muitas coisas podem mudar daqui até o final de 2023. Ou seja, vamos aguardar pacientemente para acompanhar os futuros acontecimentos.

 

Via The Information, CNBC


Compartilhe