Google Play Protect é inútil para proteger o seu Android | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Google Play Protect é inútil para proteger o seu Android | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notícias | Google Play Protect é inútil para proteger o seu Android

Google Play Protect é inútil para proteger o seu Android

Compartilhe

Por diversas vezes, os especialistas em tecnologia (eu, inclusive) elogiaram a iniciativa do Google em inserir a Google Play Protect como camada de proteção na sua loja de aplicativos Google Play Store. Apesar da gigante de Mountain View ainda não ser perfeita na filtragem dos apps mais maliciosos (como trojans e malwares), ao menos essa ferramenta pode ser considerada o “melhor do que nada” dentro do universo Android.

Porém, há quem diga que o Google Play Protect, na prática, é o nada em termos de segurança e proteção dos usuários.

A empresa alemã AV-TEST publicou um relatório, cuja conclusão indica que o Google Play Protect oferece uma proteção quase nula diante das ameaças de segurança e malwares. O que impediu a plataforma de receber uma enorme nota zero da empresa de segurança é que o seu impacto sobre o desempenho do dispositivo é considerado mínimo. Algo bem óbvio, uma vez que o software “não faz praticamente nada”.

 

 

 

O que o Google Play Protect faz (ou deveria fazer)?

 

 

De acordo com as palavras do Google em seu site oficial, o Google Play Protect atua como “um serviço integrado de proteção contra softwares maliciosos para Android, que conta com melhorias contantes com a ajuda de potentes algoritmos de aprendizagem automática do Google”.

O Google garante que o Google Play Protect trabalha de forma contínua para proteger a segurança do dispositivo, assim como os seus dados armazenados e aplicativos instalados, analisando o smartphone de forma automática e oferecendo as últimas funções de segurança móvel.

Ou seja, pelo menos no papel, é uma poderosa ferramenta, que promete um cenário de segurança avançada para os usuários.

Porém, de acordo com o AV-TEST, a realidade prática é bem diferente da teoria. O Google Play Protect obteve pontuação ZERO nos testes de proteção, e ZERO no teste de funcionalidade. De novo: só não levou zero em tudo porque a ferramenta consome poucos recursos do sistema.

 

 

 

Google Play Protect não protege de forma efetiva

 

 

Nos testes realizados, os softwares trabalharam em tempo real com aplicativos infectados com malwares com menos de 24 horas de vida, e a AV-TEST comparou várias soluções de segurança disponíveis no mercado, como Cheetah Mobile, NortonLifeLock, Trend Micro, Kaspersky, Antiy e Bitdefender. Todas essas soluções apresentaram um desempenho quase perfeito de acordo com os resultados dos testes, algo que não aconteceu com o Google Play Protect.

A solução de segurança do Google só detectou 37% dos apps maliciosos. É um resultado tão pobre que explica de forma bem clara por que o Google Play Protect obteve ZERO pontos em dois itens importantes dessa análise. Nem é preciso dizer nesse ponto do artigo que foi esse software aquele que obteve os piores resultados dos testes.

Felizmente, a grande maioria dos aplicativos de segurança para smartphones Android melhoraram de forma notável nos últimos anos, inclusive para reduzir os falsos positivos. Porém, a solução do Google conseguiu falhar de forma miserável até mesmo nesse sentido, já que categorizou de forma equivocada pelo menos 30 aplicativos que eram inofensivos, mas que foram apontados como uma ameaça de segurança.

 

 

 

O que aprendemos com tudo isso?

 

Que não dá para confiar no Google Play Protect. Procure um app de segurança DE VERDADE, e que oferece uma proteção real. A má notícia para boa parte dos usuários é que a maioria das soluções que alcançaram as melhores notas são pagas, mas é possível encontrar alternativas gratuitas com pontuações aceitáveis.

Mas tenha em mente uma coisa: o Google Play Protect, sozinho, não serve para nada.

 

 

Via AV-TEST, Google Play Protect


Compartilhe