Google

Um usuário do Facebook realizou uma transmissão onde fazia testes com o Google Home e o Amazon Echo com temas religiosos. Depois de algumas perguntas, ele descobriu que o assistente virtual da Google não respondeu a pergunta ‘Quem é Jesus?’, o que gerou um alvoroço nas redes sociais.

O norte-americano David Sams tem como hobby interpelar as máquinas no seu tempo livre, apenas para descobrir o quão crentes são os assistentes. Ele tem uma rádio chamada Keep The Faith, e depois de realizar a pergunta sobre Jesus e Deus, o assistente da Google respondeu que não poderia ajudar. Porém, ele entregou dados sobre Buda e Maomé.

Sams alertou sobre essa característica aos usuários, que rapidamente acusaram a Google de ser ‘anti-cristão’, gerando indignação pela suposta exclusão de Deus ou Jesus Cristo da lista de respostas, prometendo providências para abordar a questão.

A Google emitiu um comunicado, dando suas razões, alegando que a decisão é centrada nas eventuais respostas erradas que o buscador pode entregar, não respondendo perguntas onde o conteúdo na web é vulnerável ao vandalismo. A empresa busca novas soluções sobre o tema, mas enquanto não as encontra, desabilitou temporariamente as respostas para figuras religiosas do assistente.

Em todo caso, o mais relevante de tudo isso é o questionamento feito ao algoritmo de inteligência artificial da Google, e suas capacidades para distinguir a informação oferecida.

Quem sabe quando esta tecnologia estiver mais madura teremos resultados mais precisos, eficientes e, por que não dizer, laicos.

Para ver o vídeo da discórdia, clique aqui.

 

Via Slashgear