Google Fotos e Google Drive se divorciam em julho. Entenda o motivo | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Google Fotos e Google Drive se divorciam em julho. Entenda o motivo | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Google Fotos e Google Drive se divorciam em julho. Entenda o motivo

Google Fotos e Google Drive se divorciam em julho. Entenda o motivo

Compartilhe

O Google confirmou que o Google Fotos terá uma menor integração com o Google Drive. Até agora, as novas fotos e vídeos enviados para o serviço de armazenamento na nuvem eram exibidos automaticamente no serviço de fotos, e as novas fotos e vídeos adicionadas eram agregados em uma pasta específica no Drive. Mas isso vai mudar em breve.

 

 

O motivo para a integração acabar

 

 

Segundo o Google, a integração será eliminada “para evitar confusões” para os usuários mais leigos. A partir de julho de 2019, a sincronização deixa de acontecer: as fotos e vídeos eliminados no Drive não serão eliminados do Google Fotos, e os elementos que são eliminados no serviço de fotos não serão removidos do armazenamento do Drive.

A pasta Google Fotos no Drive permanece no serviço de armazenamento, mas não mais será atualizada automaticamente. A partir de agora, se os usuários querem que as fotos carregadas no Drive apareçam no Fotos, o Google está agregando uma nova função, a Upload from Drive, que permite escolher manualmente as fotos e vídeos do Drive que serão adicionados no Google Fotos.

Um detalhe a se levar em consideração é que, uma vez que a desintegração acontecer, os elementos armazenados na qualidade original passam a contar para a cota de armazenamento tanto no Drive como no Fotos. Vale lembrar que o Google Fotos oferece armazenamento gratuito e ilimitado para fotos com resolução máxima de 16 MP e vídeos a 1080p.

 

 

O Google Fotos é um sucesso. Pelo menos 500 milhões de pessoas usam o serviço todos os dias (dados de 2017), e sua chegada com as configurações do finado Picasa e uma vez separado do Google+ foram medidas decisivas para esse sucesso.

Desde então, o Google foi melhorando com várias atualizações. Integrou um sistema de correção automática de brancos, a edição sem destruição e sem duplicatas, as funções Suggested Sharing, com sugestões para compartilhar as imagens de acordo com quem aparece nelas, o Shared Libraries, que oferece o uso de bibliotecas compartilhadas de um grupo ou a seleção de imagens com pessoas específicas, ou o Photo Books, um serviço de criação de álbuns físicos das imagens que temos na coleção.

Vamos aguardar para ver como vai funcionar essa desintegração do Google Drive que será implementada em julho.

 

Via Google


Compartilhe