Compartilhe

Todo mundo queria receber o Windows 10 May 2019 Update, mas nem todos querem receber agora, nem todos estão recebendo agora e, o mais sério, nem todos estão felizes com essa atualização, pois estão sentindo problemas. Mas especificamente com o Google Chrome. E é a última coisa que os internautas querem.

A atualização que afeta a função de segurança integrada do Windows 10, o Control Flow Guard (CFG) pode causar enormes problemas de desempenho para os navegadores baseados no Google Chromium, como o Chrome, o Microsoft Edge Chromium, o Vivaldi e vários outros. Quando todos esses navegadores começaram a dar problemas, a Microsoft reconheceu que o problema existe.

 

 

O quão lento o navegador fica?

 

Muito lento. Mesmo.

Os testes feitos nos computadores com Windows 10 que foram atualizados mostram que os navegadores rodam de três a quatro vezes mais lento que no Windows 7, que não é afetado por esse problema de desempenho.

Os problemas de desempenho são notórios, com testes que chegam a levar até cinco vezes mais de tempo para realizar uma tarefa no Windows 10 em relação ao Windows 7. Mas já existe uma forma de resolver o problema.

E você já deve imaginar qual é essa forma.

 

 

Para quem já atualizou o Windows 10, basta desativar o sistema de segurança CFG, e isso já é o suficiente para o Google Chrome rodar até 20 vezes mais rápido. Porém, isso acontece em um ambiente de testes. Em um uso normal, a diferença pode ser pouco sentida pela maioria dos usuários. Mesmo assim, ser mais rápido é o que importa.

A Microsoft identificou o problema, e vai lançar uma correção em breve, mas sem especificar data para o update. A má notícia de tudo isso é que os usuários do Windows 10 voltam a ser cobaias da Microsoft, pois esses bugs não deveriam ter passado da fase de testes beta para a versão final. E isso mostra que as coisas não são testadas como deveriam ser.

É mais uma falha se se soma às demais que foram descobertas e que complicam a vida dos usuários. E estamos esperando quando isso vai mudar de forma definitiva.


Compartilhe