GameStop alerta para o fim do mercado de jogos físicos | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia GameStop alerta para o fim do mercado de jogos físicos | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Games | GameStop alerta para o fim do mercado de jogos físicos

GameStop alerta para o fim do mercado de jogos físicos

Compartilhe

As mudanças de comportamento no mercado de videogames começam a ficar mais tangíveis, indicando que o cenário no futuro será diferente. A GameStop, uma das maiores varejistas especializadas na venda de videogames e consoles no mundo, registrou uma queda 46% no valor de suas ações, mostrando assim uma clara tendência de abandono dos jogos físicos.

De acordo com a própria GameStop, nem mesmo a Black Friday e as vendas de Natal salvaram os números anuais de vendas de suas lojas, que caíram em até 23,2%, quase dobrando as previsões iniciais que já eram negativas.

Enquanto que as vendas de software e jogos digitais caíram em 32,6%, os jogos físicos registraram uma queda ainda maior. Mas o grande baque mesmo foi sentido nas vendas de hardware novo, com uma queda de até 45,8% em relação aos consoles vendidos durante o ano passado.

São dados que ilustram uma tendência negativa para 2020. Com os fabricantes de consoles prontos para apresentar a nova geração até o final do próximo ano, a tendência de queda vai continuar até o quarto trimestre de 2020, de acordo com os dados da própria GameStop.

Logo, a chegada do PlayStation 5 e do Xbox Serie X deve dar um impulso ao mercado que é mais do que necessário, com a venda dos consoles e com a reativação do mercado de venda e aluguel de jogos clássicos do PSOne, PS2 e PS3, uma vez que o PS5 terá retrocompatibilidade total com os jogos das gerações anteriores.

Enquanto isso, a GameStop, que não encontra um comprador ou um investidor, continua lutando de forma titânica para se manter no mercado, buscando refúgio nas vendas de acessórios.

Porém, se a chegada da nova geração de consoles pode oferecer uma enorme sobrevida para a rede, a chegada do Google Stadia e das novas plataformas de distribuição e assinatura baseadas na nuvem e no streaming podem ter assentado o destino dos negócios clássicos.

E mesmo com um grande grupo de usuários que ainda são colecionadores, revendedores ou que trocam e emprestam os seus jogos, os passos agigantados do setor para novos formatos de distribuição parecem imparáveis e irreversíveis.

 

 

Pode ser o fim do mercado físico de videogames?

 

 

Na minha opinião, sim. Tudo aponta para isso. Os fabricantes estão apostando pesado nos formatos digitais, e mesmo com o streaming de games não funcionando tão bem nesse início (algo já esperado, pois ainda falta toda uma estrutura que, nesse momento, ainda não existe), esta é uma tendência de futuro que dificilmente será alterada.

Insisto que Xbox Series X e PlayStation 5 será a última geração de consoles de videogames tal e como conhecemos. A própria Microsoft já lançou uma versão do Xbox One totalmente voltada para o formato digital (All-Digital Edition, pensada exclusivamente nos downloads de jogos), e iniciativas como o PlayStation Now e Xbox All-Access reforçam essa teoria.

E com o streaming de jogos avançando, o caminho é sem volta.

 

Via GameStop


Compartilhe