A Gamescom 2018 chegou ao fim. A feira de games alemã trouxe informações complementares sobre os jogos já anunciados, além de alguns anúncios que ficaram de fora da E3 2018.

Para quem não pode seguir o evento, esse post traz um pequeno resumo do melhor e do pior da feira.

 

 

O melhor da Gamescom 2018

Ori and the Will of the Wisps

O único jogo a vencer dois prêmios na Gamescom Awards: Melhor Jogo de Puzzle ou Habilidades e Melhor Jogo para Xbox. Foi o melhor jogo da Gamescom 2018.

 

 

Super Smash Bros. Ultimate e Super Mario Party


Em Super Smash Bros. Ultimate, novos vídeos foram apresentados com alguns dos últimos personagens anunciados. Em Super Mario Party, um novo modo de jogo cooperativo Torrente de Aventuras foi apresentado.

 

 

Resident Evil 2 Remake

Remake do jogo original para PS1, com motor gráfico RE Engine e atualização técnica. Estará disponível a partir de 25 de janeiro de 2019, para PC, PS4 e Xbox One.

 

 

Devil May Cry 5

Novas cenas com gameplays do jogo real. Seu lançamento acontece em algum momento de 2019 para PS4, Xbox One e PC.

 

 

FIFA 19


Recebe a UEFA Champions League e a UEFA Europa League como novos torneios, além do modo Campeões, onde podemos escolher entre três personagens para alcançar o título mundial. Chega ao mercado em 28 de setembro para PC, PS4 e Xbox One.

 

 

Assassin’s Creed


Assassin’s Creed: Odyssey contará com até 30 horas de cinemáticas, vários finais e uma possível expansão ambientada em Atlântida. Já Assassin’s Creed: Origins chega ao mercado em 5 de outubro. Não teremos lançamentos da franquia em 2019.

 

 

Biomutant

Um mundo aberto onde assumimos o controle de um pequeno animal humanoide que pode evoluir para enfrentar inimigos gigantes com uma grande variedade de armas que podem ser criadas e melhoradas. Não tem data de lançamento, mas deve chegar em algum momento de 2019.

 

 

Darksiders III


Pode receber um quarto jogo, que ainda não está confirmado. O terceiro jogo estreia em 27 de novembro.

 

 

Man of Medan


Foi o finalista do prêmio de Melhor Jogo Para o PS4 sem sequer revelar o seu nome. O jogo segue o estilo cinematográfico de Until Dawn, com um grupo de jovens em mar adentro, que terão que enfrentar um terror submarino para proteger suas vidas.

 

 

Jump Force

Novo trailer do jogo de luta, que apresenta novos personagens. Deve ser um dos principais lançamentos de férias do final do ano no Japão.

 

 

Soul Calibur VI


O novo modo Libra of Soul é parecido com um modo história, onde podemos criar nosso próprio personagem e lutar contra os personagens de toda a série, inclusive contra os personagens criados por outros jogadores.

 

 

Sekiro: Shadows Die Twice

Um novo vídeo com cinco minutos de gameplay mostra o sistema de movimento, alguns inimigos, o sistema de combate e a morte do jogador. A edição especial contará com uma estátua de Shinobi e réplicas das moedas do jogo. Chega ao mercado em 22 de março de 2019.

 

 

Life is Strange 2

Conta as histórias de Sean e Daniel Díaz, de 16 e 9 anos, que são forçados a fugir de Seattle e seguir por um caminho que passa por diferentes cidades, com todos os tipos de experiências. O primeiro episódio estreia em 27 de setembro.

 

 

Cyberpunk 2077

Novas imagens publicadas em tweets da sua conta oficial mostram a visualização em primeira pessoa que teremos durante o jogo. Além disso, um gameplay de 48 minutos mostra incríveis imagens do jogo, que ainda está em desenvolvimento. O jogo não tem data de estreia definida.

 

 

Os Indies que mais chamaram a atenção

 

 

Lost Ember


Parece que finalmente será lançado em 2019. O jogo nos convida a experimentar a natureza desse mundo vivendo a história por diferentes perspectivas. Foi eleito o Melhor Jogo Indie na Gamescom Awards.

 

 

A Plague Tale: Innocence


Um novo gamepay do jogo que aborta os trágicos acontecimentos consequentes da peste negra europeia. O jogo será lançado em 2019.

 

 

Atone


Jogo em 2D com aparência pixelada, ambientado em um mundo mitológico de influência nórdica, onde uma jovem guerreira deverá avançar através da resolução de puzzles e enfrentamentos baseados em “batalhas rítmicas”.

 

 

O pior da Gamescom 2018

 

 

A grande massificação do evento

Nada novo, e algo que já era esperado. Porém, a multidão não para de crescer ano após ano, tornando cada vez mais difícil aproveitar o que a feira tem de bom.

Todos tem o direito e a vontade de ver tudo, mas a na prática, temos corredores lotados de gente, tornando o deslocamento impossível, incluindo (obviamente) nas filas para testar os jogos.

 

 

A Gamescom continua na sombra da E3

A Gamescom continua a ser a maior feira de videogames na Europa, mas ainda fica eclipsada pela E3. Com algumas exceções e surpresas, o evento desse ano teve, de novo, poucos e difusos lançamentos de qualidade.

Apenas a NVIDIA organizou uma conferência de peso na feira, já que a Microsoft se limitou a uma transmissão online. Nenhuma das principais desenvolvedoras realizou conferências no evento.