Compartilhe

A Samsung apresentou oficialmente os novos Galaxy Note 10 de 6.3 polegadas e o Galaxy Note 10+ de 6.8 polegadas. As diferenças vão além do tamanho da tela, e outros detalhes acabam resultando em produtos substancialmente diferentes, a ponto de serem decisivos para muitos consumidores na hora da compra.

 

 

As principais diferenças entre o Note 10 e o Note 10+

 

 

Os dois modelos são muito parecidos no design, mas a borda superior do Galaxy Note 10 é levemente mais grossa que a do Galaxy Note 10+. Outra diferença está nas cores do dispositivo: o Note 10+ conta com cores multi-silver, preto e branco, enquanto que o Note 10 tem o multi-silver, preto e rosa.

Os dois modelos contam com telas Dynamic AMOLED com HDR10, mas o Note10+ oferece resolução QuadHD+, enquanto que o Note 10 fica com o Full HD+. Na prática, é difícil notar diferenças entre as duas telas, pois a tela em Full HD+ entrega 400 ppp de densidade, o que é algo excelente.

 

 

Os dois smartphones recebem o novo processador Exynos 9825, mas o Note 10 chega com 8 GB de RAM, enquanto que o Note 10+ oferece 12 GB de RAM. Nos dois casos, são números muito altos, e ninguém deve notar diferenças substanciais de performance.

O Galaxy Note 10 está disponível em opções com 128 GB e 256 GB de armazenamento. Já o Galaxy Note 10+ entrega versões com 256 GB e 512 GB de armazenamento. Nos dois casos você tem armazenamento rápido UFS 3.0, mas no caso do Note 10 não é possível expandir o armazenamento via cartão microSD. Isso deve ser levado em consideração para quem pensa em gravar muitos vídeos em 4K ou armazenar muitos filmes no smartphone.

O Galaxy Note 10 possui uma bateria de 3.500 mAh, enquanto que o Galaxy Note 10+ fica com uma bateria de 4.300 mAh. O primeiro entrega uma autonomia de 31 horas em standby, enquanto que o segundo chega a 35 horas.

O Galaxy Note 10 oferece recarga rápida a 25W com cabo e 12W sem fio, o Galaxy Note 10+ chega a 45W com cabo e 20W sem fio. Porém, o Note 10+ tem no kit de venda o carregador de 25W, de modo que é preciso comprar em separado o carregador de 45W.

 

 

Nas câmeras, os dois smartphones são idênticos, exceto pela presença do sensor ToF no Note 10+, o que permite o registro de fotos melhores com o efeito bokeh (de desfoque no fundo), inclusive permitindo a gravação de vídeos com esse efeito. As aplicações de Realidade Aumentada também funcionam melhor por causa do ToF.

Por fim, nenhum dos dois modelos recebe o conector para fones de ouvido de 3.5 mm.

 

 

Os novos Samsung Galaxy Note 10 e Galaxy Note 10+ estarão disponíveis no mercado a partir do dia 23 de agosto. Os preços dos modelos também ficaram dentro do que os vazamentos apontavam, e os valores a seguir são oficiais e definitivos por parte da Samsung, lembrando que se aplicam aos telefones na sua versão livre, ou seja, sem vínculos com operadoras:

Samsung Galaxy Note 10 com 8 GB de RAM e 256 GB: 959 euros
Samsung Galaxy Note 10+ com 12 GB de RAM e 256 GB: 1.109 euros
Samsung Galaxy Note 10+ com 12 GB de RAM e 512 GB: 1.209 euros

 


Compartilhe